O Consumo e Sua Influéncia na Economia

O Consumo e Sua Influéncia na Economia

2022-05-26 • Atualizado

Como entender se uma economia está acelerando ou desacelerando? Quais os indicadores que podem nos orientar nesse sentido? Uma das formas de podermos avaliar essa situação é justamente o consumo das famílias, que se refere fundamentalmente aos bens adquiridos para a satisfação das necessidades pessoais das famílias, por meio da compra de bens e serviços.

O consumo das famílias é um dos elementos que fazem parte por exemplo dos cálculos do PIB (Produto Interno Bruto) de um país. Quando as famílias estão gastando muito, a economia tende a aquecer. A fórmula abaixo, que conta com bastante consenso dentro da economia, avalia a formação do PIB por meio dos seguintes fatores

PIB = C (consumo das famílias) + I (investimentos privados, seja de empresários ou empresas) + G (gastos do governo) + [EX (exportações) – IMP (importação)]

Em suma: quando os consumidores estão gastando muito (comprando carros, eletrodomésticos, roupas, casas, saindo para jantar fora), isso exerce um impulso positivo na atividade econômica[1]. Quando o consumidor gasta, esse pode ser um indicativo de que a economia do país está se expandindo. A situação oposta, a saber, a contração de gastos dos agentes econômicos representa por sua vez um importante sinal de desaceleração econômica.

Outra coisa importante a se analisar em relação ao consumo é o ciclo de alavancagem, ou seja: quando os consumidores se encontram muito endividados (por conta da tomada de crédito em bancos ou pelo uso de cartão de crédito), eles tendem a reduzir gastos, afetando a economia como um todo. Já quando os consumidores estão pouco endividados, eles tendem a gastar mais e a se alavancar financeiramente. Outro fator importante a se levar em consideração é a percepção dos consumidores em relação à inflação e à situação econômica do país para os próximos meses ou anos, que pode acabar influenciando suas decisões sobre gastos, endividamento e poupança, o que também acaba surtindo um efeito na (macro)economia. Geralmente a confiança do consumidor é elevada quando a taxa de desemprego se encontra baixa e o PIB atravessa períodos de crescimento.

No calendário econômico da FBS https://fbs.com/analytics/calendar, os clientes podem encontrar importantes indicadores a respeito de consumo, como os seguintes:

  • O suíço Consumer Confidence (Confiança do Consumidor), que aufere a situação económica e financeira das famílias suíças, levando em conta aspectos como: inflação, segurança no emprego, etc.
  • O britânico BoE Consumer Credit (Crédito do Consumidor), que trata dos empréstimos tomados por indivíduos do Reino Unido para financiar despesas com bens e/ou serviços, excluindo-se os empréstimos estudantis.

  Picture3.png

Vemos que em vista do maior volume de empréstimos tomados por indivíduos do Reino Unido entre 31.10 (824 milhões de £) e 30.11 (1.079 bilhões £), demostrou-se um aquecimento da economia britânica, refletida na valorização do GBP frente ao USD.

  • O americano Consumer Credit Change (Mudança de Crédito ao Consumidor) que se refere aos fluxos de crédito concedidos a pessoas físicas para despesas domésticas, familiares e pessoais, excluindo-se empréstimos garantidos por imóveis (hipotecados). Nos Estados Unidos, também existem o Michigan Consumer Expectations (Expectativas do Consumidor) e o Michigan Consumer Sentiment (Sentimento do Consumidor), que avaliam: como os consumidores veem sua situação financeira atual, assim como as perspectivas para a economia do país no curto e no longo prazos. Não obstante, também há o Consumer Inflation Expectations (Expectativas de Inflação ao Consumidor), que mede as expectativas de inflação das famílias para o próximo ano.

Picture2.png

Vemos que em vista do maior volume nos fluxos de injeção de crédito para indivíduos e famílias nos Estados Unidos demonstrados pelo índices Consumer Credit Change entre 30.11.2020 (10.71 bilhões de USD) e 30.06.2021 (38.19 bilhões de USD), demostrou-se um aquecimento da economia americana, refletida na valorização do USD frente ao JPY (iêne japonês) por exemplo.

  • O australiano Westpac Consumer Confidence Change (Mudança da Confiança do Consumidor) e o Westpac Consumer Confidence Index (Indíce de Confiança do Consumidor), refletindo as avaliações dos consumidores sobre a situação financeira de suas famílias no ano anterior e para o ano seguinte, baseado em percepções sobre as condições econômicas previstas no futuro e sobre os próximos cinco anos. A Austrália também possui o Consumer Inflation Expectation (Expectativa de Inflação ao Consumidor), que mede as expectativas dos consumidores para o crescimento dos preços (inflação) nos próximos 12 meses.

Picture1.png

Vemos que em vista da melhora dos indicadores do Westpac Consumer Confidence Index entre 31.03.21 (111.8 pontos) e 30.04.21 (118.8 pontos), demostrou-se uma percepção de aquecimento da economia australiana, refletida na valorização do AUD frente ao USD.

  • O japonês GDP Private Consumption QoQ Prel (Consumo Privado PIB), que avalia a despesa de consumo final das famílias japonesas frente às estimativas do lado da oferta.
  • A Europa, por sua vez, possui o Consumer Confidence Flash (Índice de Confiança do Consumidor), que mede o nível de otimismo dos consumidores europeus sobre a economia, baseado em questões que envolvem: a situação económica e financeira atual, perspectivas de poupança, bem como a expectativa das famílias quanto a: índices (futuros) de preços ao consumidor, condição (macro)económica geral e etc...

Outros países (a exemplo de México e Turquia por exemplo) também possuem índices próprios sobre Consumo e Gastos das Famílias, que podem fornecer ao trader interessante indicativo quanto à situação econômica de seu país de interesse, promovendo importante fator para sua tomada de decisão no mercado financeiro. 

[1] Entretanto, vale lembrar que: gastos com consumo excessivo em importações podem ser um problema para o país, uma vez que aumenta a dependência dos importadores de dólares, assim como afeta de forma negativa a relação Exportação – Importação, uma das componentes do PIB.

Semelhante

Últimas notícias

Deposite com sistemas de pagamento locais

Jogue como um craque

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera