Reino Unido já não é mais uma economia líder

Reino Unido já não é mais uma economia líder

2022-08-17 • Atualizado

Para o Reino Unido, a situação atual é péssima e o futuro é pior ainda. Será que a libra está à altura dos desafios que a economia britânica tem pela frente, ou será que a moeda vai desabar?

Os problemas do Reino Unido não são poucos: crise da inflação, instabilidade política decorrente da saída do primeiro-ministro Boris Johnson, problemas no comércio devido ao Brexit e à pandemia de covid-19 e a alta imprevista dos preços da energia devido à invasão russa da Ucrânia. De acordo com analistas do Saxo Bank, os fatores negativos listados acima fazem a economia britânica parecer mais uma economia de país em desenvolvimento do que a sexta maior do mundo.

Fatores negativos para a economia do Reino Unido

1. A Grã-Bretanha está à beira de uma recessão profunda

O Banco da Inglaterra (BOE) alertou que, no quarto trimestre de 2022, a economia britânica vai entrar em sua mais duradoura recessão desde a crise financeira de 2008, com uma queda de 2,1% no PIB. A inflação também vai atingir seu pico, passando dos 13% em outubro.

Para piorar as coisas, o banco central não projeta uma recuperação rápida dessa recessão e vê o crescimento do PIB abaixo de 1,75% até meados de 2025.

2. A inflação fez com o Reino Unido o que o Brexit não fez

A projeção do BOE para o pico da inflação no país é de 13,3% em outubro, bem acima dos 11% anteriormente previstos. A inflação vai se manter alta na maior parte de 2023, para só então cair e virar na direção da meta de 2% em 2025.

Até agora, o BOE aplicou seis aumentos consecutivos à taxa de juros, em uma tentativa desesperada de controlar a inflação. O último aumento de 0,50% foi o mais significativo desde que a instituição conquistou sua independência do governo britânico, em 1997.

3. A instabilidade política assombra o país

O novo primeiro-ministro britânico será conhecido em 5 de setembro, por conta da renúncia de Boris Johnson provocada por uma sequência de escândalos e pedidos de demissão em massa em seu governo. O cargo é disputado pelos candidatos conservadores Liz Truss e Rishi Sunak.

4. O preço da energia disparou devido à guerra na Ucrânia

O teto do preço da energia no Reino Unido deve subir mais 70% em outubro, o que corresponde a um aumento anual de mais de £3.400 (US$4.118).

A alta dos preços do petróleo e do gás é o principal fator (driver) por trás da crise da inflação no país. Os preços do gás atingiram níveis recordes devido aos problemas de oferta causados pela invasão russa da Ucrânia e pelo corte aplicado pelos russos no fornecimento de gás à Europa.

5. A situação no comércio é tensa

Há risco de uma guerra comercial entre Reino Unido e União Europeia em torno do Protocolo da Irlanda do Norte. Se o Protocolo for aprovado como lei no Reino Unido, a reação europeia vai agravar os efeitos negativos do Brexit.

Apesar de sua fraqueza, a libra está salvando o país

A única coisa que impede a economia britânica de ser rebaixada a economia emergente é a ausência de uma crise cambial.

Crise cambial é um tipo de crise financeira decorrente de uma forte desvalorização da moeda de determinado país. A libra esterlina, contudo, tem conservado sua estabilidade durante os últimos grandes acontecimentos na economia, principalmente o Brexit e a pandemia de covid-19.

GBPUSDWeekly.png

Mesmo assim, a libra pode voltar ao mais baixo patamar contra o dólar americano desde março de 2020, podendo em breve cair abaixo de US$1,20. A libra vai ter um caminho difícil perante o dólar, dado que o cenário econômico no Reino Unido fica cada vez mais sombrio enquanto os Estados Unidos registram força no mercado de trabalho e recuo na inflação.

ENTRAR

Semelhante

Últimas notícias

Touros do USDCHF lutam para defender 0,9060
Touros do USDCHF lutam para defender 0,9060

O dólar americano reduziu seus ganhos de sexta-feira após o lançamento do fraco PMI ISM de Serviços dos EUA. As expectativas de um Banco Nacional Suíço hawkish podem fornecer apoio imediato para uma queda adicional do par

O par USDJPY imprime forte alta de olho em 141,00
O par USDJPY imprime forte alta de olho em 141,00

As encomendas às fábricas dos EUA para abril e o PMI de serviços ISM para maio serão cruciais para observar as tendências direcionais, dado que o relatório de emprego mais recente, renova as apostas hawkish do Federal Reserve (Fed)

Deposite com sistemas de pagamento locais

Sinta o espírito de equipe

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera