Ursos de olho em 0.68600 frente ao IPC australiano

Ursos de olho em 0.68600 frente ao IPC australiano

AUDUSDH4.png

Análise Técnica e Fundamentalista:

A moeda australiana teve um péssimo desempenho frente ao dólar americano, apresentando forte queda durante a semana passada para abrir em uma baixa de 1 mês de 0.6908, e o agente causador foi o fortalecimento do USD , impulsionado pelo resultado trimestral do PIB , vindo além dos esperados 2,1% contra o valor previsto de 1,8%.

Pode se esperar alguma volatilidade na essa semana no AUD, com a divulgação do IPC trimestral australiano na terça-feira (30) e na quinta-feira (02) com a divulgação das Vendas no Varejo.

Tecnicamente, o AUD/USD continua mantendo uma postura pessimista, de acordo com as leituras técnicas do gráfico diário, tendo seu preço se desenvolvendo abaixo de todas as médias móveis.

O indicador técnico RSI acelerou sua queda, e já opera em terreno negativo indo para o sul.

Já no gráfico de 4 horas, o mesmo indicador técnico está em níveis extremos de sobrevenda por falta de volume, não sugerindo exaustão para baixo.

Uma quebra abaixo de 0.6900, o apoio imediato, anteciparia uma amplitude na queda para região de 0.6860.

Deposite com sistemas de pagamento locais

Saiba mais

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera