Força da moeda

Como escolher qual moeda operar hoje? Você pode usar o calendário de negociação e procurar eventos impactantes para encontrar um instrumento para operar. Além disso, a análise técnica pode fornecer dicas sobre ativos promissores. Isso não é tudo, porém. E neste artigo, você ficará sabendo sobre a força da moeda e como tornar sua negociação mais orientada por dados com este indicador simples.

Com esta leitura, você vai conhecer os conceitos de força da moeda e Medidor de Força da Moeda (CSM), o cálculo da força da moeda e suas aplicações em vários tipos de análise. Os exemplos ajudarão você a entender melhor o assunto e começar a aplicar novos conhecimentos logo após a leitura.

Pontos principais

  1. A força da moeda mede o poder relativo de uma moeda em comparação com outra e afeta as taxas de câmbio.
  2. Medidor de Força da Moeda (Currency Strength Meter — CSM) é uma ferramenta usada para medir a força de moedas por meio de fatores fundamentalistas ou movimentos relativos de uma moeda para outra.
  3. A força da moeda é calculada com base em dados fundamentalistas ou dados de preços.
  4. A força da moeda serve como um indicador econômico valioso que fornece informações sobre a saúde financeira e a estabilidade econômica de um país. Os bancos usam esses dados para tomar decisões sobre política monetária.
  5. Os analistas técnicos usam indicadores de força da moeda para identificar tendências no mercado cambial.

O que é a força da moeda?

A força da moeda mede o poder relativo de uma moeda em comparação com outra e afeta as taxas de câmbio. Uma moeda forte tem alta demanda, cresce em valor e tem uma economia estável, enquanto uma moeda fraca diminui em valor e está associada a uma economia instável.

Você pode pensar na força da moeda como um indicador que reflete vários fatores relacionados a uma moeda, como dados fundamentalistas, desempenho econômico geral e taxas de juros. Para calculá-la, costuma-se comparar a moeda com outras moedas usando uma cesta predefinida, como o índice do dólar americano (DXY). Você pode ler mais sobre o índice do dólar americano em nosso canal no Telegram.

O que é Medidor de Força da Moeda (CSM)?

Medidor de Força da Moeda (CSM) é uma ferramenta usada para medir a força de moedas individuais. O CSM exibe a força relativa de cada moeda em tempo real, permitindo que traders e investidores identifiquem rapidamente quais moedas estão se fortalecendo ou perdendo valor.

Normalmente, ele mostra a força de cada moeda em uma escala de 0 a 10, com números mais altos indicando uma moeda mais forte. O CSM pode ser usado de várias maneiras, como para determinar quais pares de moedas negociar ou como um sinal para entrar e sair de operações. Na próxima seção, vamos nos aprofundar em como a força de uma moeda é calculada e usada como um indicador econômico.

1.jpg

Fonte: https://currencystrengthmeter.org/

Como calcular a força de uma moeda?

Existem dois tipos de cálculos de força da moeda: os que se baseiam em dados fundamentalistas e os que se baseiam em dados de preços. Geralmente, a força da moeda com base no preço é calculada a partir do DXY (o índice do dólar americano), que é uma referência para outros índices de moeda. Se algum par de moedas (exemplo: NZDUSD) está em tendência de alta, você pode determinar se isso acontece devido à força do NZD ou à fraqueza do USD. Para calcular o indicador, geralmente são usadas as principais moedas, porque elas representam até 90% de todo o volume do mercado Forex.

O cálculo baseado em fundamentos é medido pela agregação de vários relatórios econômicos importantes, como PIB, PMI, inflação ao consumidor e taxas de juros. Você pode acompanhar esses dados em tempo real com nosso calendário econômico.

Embora o trader possa calcular a força da moeda por conta própria, em geral não se analisa a força da moeda manualmente. Em vez disso, o CSM é usado. O Medidor de Força da Moeda compara cada combinação de par das principais moedas (USD, GBP, EUR, CHF, JPY, CAD, NZD e AUD) e apresenta uma força relativa da moeda.

O método de cálculo varia, mas geralmente envolve pesar os fatores, criar um índice e normalizar os resultados em uma escala de 0 a 10. No entanto, a natureza subjetiva do cálculo significa que ele pode variar dependendo do método e das fontes de dados utilizadas. No entanto, os medidores de força da moeda oferecem uma perspectiva em tempo real, ajudando assim os traders a ter um melhor desempenho.

As empresas fazem seus próprios medidores de força de moeda que exibem a força relativa de cada moeda nas últimas 24 horas. Às vezes, eles mostram cada moeda em relação a outra moeda, basicamente ilustrando como cada par de moedas está se saindo. Outras combinam todos os pares associados a uma moeda para obter uma força geral de uma moeda. As informações geralmente são apresentadas em um formato de “mapa de calor”, ou às vezes na forma de um gráfico de linha. Um exemplo de tal medição está disponível abaixo.

2.jpg

A força da moeda na forma de um “mapa de calor”

Força da moeda como um indicador econômico

A força da moeda serve como um indicador econômico valioso que fornece informações sobre a saúde financeira e a estabilidade econômica de um país. Uma moeda forte geralmente está associada a uma economia estável, com inflação e taxas de juros baixas, que são atraentes para investidores e traders estrangeiros. Por outro lado, uma moeda fraca costuma estar associada a instabilidade econômica, com inflação e taxas de juros altas. Por exemplo, se a moeda de um país está fraca, isso pode indicar que o país em questão está enfrentando uma turbulência econômica que desestimula o investimento estrangeiro.

Compreender a força de uma moeda pode fornecer informações valiosas para bancos centrais, que usam esses dados para ajustar os riscos e as taxas de câmbio. A força da moeda é um fator crítico para qualquer pessoa que participa ativamente do mercado de câmbio, pois esse fator nos mostra o que realmente está acontecendo entre as diferentes moedas.

Às vezes, a força da moeda pode mostrar tendências de longo prazo que afetarão muito a economia mundial. Todo trader de Forex avançado usa a força da moeda em suas estratégias de operação, mesmo quando não recorre ao CSM especificamente. Ter uma compreensão intuitiva da força da moeda é importante para os participantes do mercado.

Indicadores de força de moeda na análise técnica

Os analistas técnicos usam indicadores de força da moeda para identificar tendências no mercado cambial. Existem vários métodos para medir a força de uma moeda, incluindo a força da moeda absoluta (ACS) e a força da moeda relativa (RCS).

Força da moeda absoluta (ACS)

A força da moeda absoluta (absolute currency strength — ACS) atribui um valor a cada moeda com base em sua própria força, sem considerar sua relação com outras moedas. Por exemplo, um valor alto para o dólar americano em uma medição da ACS indicaria que o dólar americano está forte, independentemente de sua força relativa perante outras moedas.

Os traders usam vários indicadores, como dados econômicos, políticas do banco central, estabilidade política e sentimento do investidor para calcular o valor da ACS. Quanto maior o valor, mais forte a moeda.

Força da moeda relativa (RCS)

Por outro lado, a força da moeda relativa (relative currency strength — RCS) mede a força de uma moeda em relação a outra. Por exemplo, se a GBP estiver forte em relação ao AUD, o valor da RCS para a GBP será maior do que o valor para o AUD.

Para calcular a RCS, os traders (ou empresas) plotam as taxas de câmbio por meio de várias fórmulas e calculam a diferença. Se a taxa de câmbio da primeira moeda for maior do que a da segunda moeda, isso mostra que a primeira moeda é mais forte. Caso contrário, a segunda moeda é mais forte.

Os analistas técnicos costumam usar indicadores de força da moeda e outros indicadores técnicos, como linhas de tendência e médias móveis, para identificar as tendências das moedas.

Em suma, os indicadores de força da moeda na análise técnica são valiosos de maneiras diferentes. Enquanto a força relativa ajuda os traders a comparar duas moedas, a força absoluta aponta para o estado geral do mercado.

Como operar usando a força da moeda?

Operar com a força da moeda envolve várias etapas. Primeiro, o trader olha para o medidor de força de moeda para identificar o que negociar e em qual direção. Então, o trader pode usar várias estratégias para aproveitar a força da moeda, como:

1. Operação em pares: envolve a negociação de pares de moedas em que a moeda mais forte é pareada com a moeda mais fraca. Por exemplo, se o dólar americano estiver forte e o euro estiver fraco, o trader pode vender o par EURUSD.

3.png

2. Operação de correlação positiva: nesta estratégia, o trader precisa encontrar dois pares de moedas que se movem na mesma direção e negociá-los na mesma direção. Por exemplo, se o AUDUSD e o EURUSD estiverem positivamente correlacionados, o trader pode vender ambos os pares de moedas quando o dólar americano estiver forte.

4.jpg

3. Operação de correlação negativa: o trader encontra dois pares que se movem em direções opostas e os negocia em direções opostas. Por exemplo, se o GBPUSD e o EURUSD estiverem negativamente correlacionados e o dólar americano estiver forte, o trader pode vender um par de moedas enquanto compra o outro.

5.jpg

É importante observar que, embora a força da moeda possa ser uma ferramenta útil, ela não é garantia de sucesso. Os traders devem sempre considerar vários fatores e ter em ação um plano de gerenciamento de risco.

Por que operar relatórios de força cambial com a FBS

Como uma corretora Forex respeitável, a FBS permite que você negocie dezenas de pares de moedas diferentes, incluindo todas as principais moedas (USD, GBP, EUR, CHF, JPY, CAD, NZD e AUD), além de moedas exóticas como TRY, CNH, SGD e MXN.

Ao consultar o CSM, você pode decidir se quer comprar ou vender um determinado par. Com a FBS, você pode tirar o máximo proveito de sua decisão, colocar uma ordem que será executada com uma rapidez impressionante, e se beneficiar dos spreads baixos e de uma grande variedade de instrumentos de negociação.

A força da moeda é um fator crítico para qualquer participante do mercado cambial e pode fornecer informações valiosas sobre a estabilidade econômica e a saúde financeira de um país. Com esse recurso, os traders podem tomar decisões baseadas em dados e melhorar seu desempenho nas operações. Os analistas técnicos também podem usar o indicador de força para identificar tendências no mercado.

Fique à frente da concorrência incorporando a força da moeda nas suas estratégias de negociação!

Perguntas frequentes

  • Como é determinada a força de uma moeda?

    O cálculo baseado em fundamentos é medido pela agregação de vários relatórios econômicos importantes, como PIB, PMI, inflação ao consumidor e taxas de juros. Além disso, você pode definir a força de uma moeda comparando sua dinâmica com a de outras moedas. Uma moeda em alta é mais forte do que uma em queda.

  • Qual é o significado de uma moeda ser mais forte?

    Uma moeda é mais forte quando está subindo em relação a outra moeda. O motivo pode ser maior força da economia, melhores resultados econômicos ou estabilidade geopolítica do país em questão, cuja moeda está em alta.

  • É bom ter uma moeda forte?

    Se você mora em um país com uma moeda forte, obterá benefícios com isso. Por exemplo, mercadorias de outros países podem ser mais baratas para você porque as outras moedas são mais fracas. Os traders preferem comprar moedas mais fortes e vender moedas mais fracas.

Últimas notícias

Comerciantes aguardam os PMIs da zona do euro e dos EUA

O foco para esta terça-feira estará nas Atividades dos Gerentes de Compras (PMIs) de serviço da S&P Global para a zona do euro, Reino Unido e para os EUA, que liberará também o PMI ISM de serviços

Decisões de taxas, folha de pagamento (NFP) e inflação

A semana de 04 a 08 de março será muito interessante em termos de dados, já que os mercados continuam a observar as movimentações dos bancos centrais, que procuram um a brecha para começar a flexibilizar as suas políticas monetárias

S&P Global e ISM liberam números do PMI da indústria nos EUA

A expectativa para o mês de fevereiro é que a leitura tenha tido uma ligeira melhora para 49,5, mas ainda continue em território de contração. Qualquer número superior, apoiará o dólar americano

Deposite com sistemas de pagamento locais

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera