Análise VSA — quais sinais ela pode oferecer?

Análise VSA — quais sinais ela pode oferecer?

Se você está acostumado com o trading, provavelmente já conhece os fundamentos da análise técnica e fundamental. Em termos gerais, a análise fundamental responde a pergunta  Por que o mercado se movimenta?  e a análise técnica busca descobrir  quando ocorrerá o movimento do preço?  Porém, talvez você não conheça o tipo de análise que combina ambas as práticas fundamental e técnica. Esta abordagem é chamada de VSA (volume spread analysis, ou análise spread volume) e é amplamente usada pelos traders de ações. Explicaremos aqui como a VSA pode ser aplicada no trading de câmbio.

 O que é a VSA?

A VSA foi inventada por Richard D. Wyckoff, que começou a negociar ações aos 15 anos. No fim do século XX, Tom Williams aprimorou a pesquisa de Wyckoff e desenvolveu sua própria metodologia. Em seu livro chamado  Master the Markets , ele fala da importância das diferenças de preço (spreads) ligada aos volumes e ao preço de fechamento.

Então, do que se trata a VSA? A análise spread volume é o tipo de análise baseada em volumes e no spread da vela, visando as diferenças entre a oferta e a demanda criadas pelos maiores participantes do mercado de câmbio (traders profissionais, instituições, bancos e market makers). Se você souber entender as ações deles, eles podem lhe dar bons sinais para entrar no mercado.  

 Elementos da VSA

Você precisa determinar as três principais variáveis para descobrir o equilíbrio entre oferta e demanda. São elas:

- A quantidade do volume na barra de preço;

- A máxima e a mínima da barra de preço (o alcance ou range);

- O preço de fechamento.  

pictires_1-01.jpg

 Os volumes costumam ser subestimados pelos novatos. No entanto, eles configuram um importante elemento da análise de mercado: os volumes mostram as quantidades de transações. O alcance do preço, por sua vez, demonstra o movimento em relação ao volume.

 Com base nesses elementos, o trader pode compreender a fase atual do mercado. Podemos identificar quatro dessas fases, conforme Wyckoff:

- Acumulação (membros profissionais do mercado compram a preços de atacado durante condições de sobrevenda);

- Mark-Up (movimento bullish);

- Distribuição (membros profissionais do mercado vendem a preços de varejo durante condições de sobrecompra);

- Mark-Down (movimento bearish).  

pictires_1-02.jpg

Como sabemos, Richard D. Wyckoff usou esta análise para negociar ações. Mas como o trader de câmbio pode aplicá-la na prática? Vamos descobrir.

VSA para traders de câmbio

Existem enormes debates entre os traders sobre a viabilidade do uso do VSA no mercado de câmbio. O motivo disso é que o mercado cambial é descentralizado, ao contrário do mercado de ações. Logo, os volumes reais não estão disponíveis. Você pode, porém, analisar o mercado olhando o volume observado em cada barra.

No MT4, você precisa apenas clicar com o botão direito no gráfico e clicar em  Volume  para vê-los. Ademais, você pode pressionar Ctrl+L no seu teclado.

 Modelos clássicos da análise VSA

Há várias interpretações diferentes da VSA, o que dificulta seu entendimento por um trader iniciante. Apresentaremos aqui alguns dos modelos mais comumente usados da VSA, conforme Tom Williams, o que pode lhe ajudar a negociar com jogadores profissionais.

Sinais de força com velas bullish:

1o modelo: barra bullish com tamanho regular. O preço fecha perto da máxima, o volume é maior que a média em 15-20 dias e, o mais importante, maior que na barra anterior.

Este modelo mostra que a demanda está subindo e esse crescimento vai continuar.  

1.png

2o modelo: vela bullish/bearish (bullish dá um sinal mais forte). A mínima é atualizada, o tamanho é maior que o normal e o preço de fechamento é posicionado perto da máxima. Alto volume.

Este modelo sinaliza uma possível reversão.  

2.png

 3o modelo: vela bullish/bearish (bullish dá um sinal mais forte). A mínima é atualizada, o tamanho da vela é grande e o preço de fechamento é posicionado perto da máxima. Baixo volume.

Ele mostra que os jogadores profissionais deixaram de dar apoio ao mercado bearish.  

3.png

 Sinais de força com velas bearish:

1o modelo: vela de tamanho pequeno, preço de fechamento posicionado perto da máxima. Altos volumes.

 Os principais jogadores do mercado estão cobrindo toda a oferta. Os ursos não têm força suficiente para superar o preço de abertura.  

4.png

 2o modelo: vela bearish de tamanho e volume pequenos. O preço de fechamento é posicionado perto da mínima.

 Este modelo mostra a ausência dos vendedores no mercado.  

5.png

 Sinais de fraqueza:

1o modelo: barra bullish de tamanho pequeno e preço de fechamento próximo da mínima da vela. Altos volumes. Ocorre durante a tendência de alta.

 Este é um sinal de forte pressão de venda.  

6.png

2o modelo: barra bullish de tamanho pequeno e volume baixo ou extremamente baixo. Ocorre durante a tendência de queda.

 Este modelo pode sinalizar o possível fim da correção em meio à tendência de queda.  

7.png

Tom Williams listou mais exemplos ainda, mas não siga-os cegamente e confira duas vezes antes de tomar decisões no trading. 

Conclusão

A análise spread volume ajuda a entender o comportamento do mercado com base nos volumes e na análise das velas. No entanto, você deve aplicar esta análise com muita cautela e levar todas as variáveis em conta.  

Semelhante

Deposite com sistemas de pagamento locais

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera