Mercado de câmbio e política. Existe correlação?

Mercado de câmbio e política. Existe correlação?

Você já percebeu que acontecimentos políticos afetam os mercados até mais que os dados econômicos? Por que isso acontece e quais acontecimentos os traders devem levar em conta?

Por que a política afeta as taxas cambiais?

A resposta é simples: os investidores colocam seu dinheiro em países estáveis, com economias fortes e sistemas políticos estáveis. Quaisquer incertezas políticas derrubam a moeda doméstica, fazendo com que os investidores retirem seus ativos e invistam os mesmos em moedas mais fortes. Logo, tudo isso leva ao sofrimento da economia e a uma maior depreciação da moeda.

No entanto, isso não significa que os riscos políticos são negativos para os traders. A grande vantagem do trading é que você pode lucrar não só com a moeda forte, mas também com a moeda fraca. O mais importante é prever com exatidão como o acontecimento político afetará a moeda.

Quais acontecimentos políticos podem afetar os mercados?

É hora de ver as situações e seus impactos nos mercados.

1. Eleições. Eleições são um dos mais importantes acontecimentos que afetam a moeda nacional. Independente do que o novo governo traga ao país e à moeda, o mercado considera as eleições como um risco. Quaisquer atrasos nas eleições derrubam a moeda porque tais atrasos implicam em incertezas. Resultados inesperados têm a maior influência no mercado, criando alta volatilidade.

Exemplo: até agora, o presidente dos EUA, Donald Trump, é um dos mais importantes acontecimentos políticos no mundo, cujo início se deu com sua eleição. Após o anúncio da vitória de Trump, o dólar dos EUA e os mercados financeiros quebraram. Primeiramente, poucos acreditavam que Trump realmente pudesse virar presidente. Em segundo, os mercados não sabiam o que esperar do empresário no assunto política.

2. Instabilidade social. Quando os cidadãos de um país estão insatisfeitos com seu governo, isso pode levar a disputas de poder e, consequentemente, a uma queda nos investimentos. Os capitais sempre têm medo de tumultos sociais.

3. Brigas entre países representam outro acontecimento político negativo. Estão entre os eventos mais perigosos para os mercados, por afetarem pelo menos duas moedas.

Exemplo. A pior etapa de uma briga entre países são as sanções, como as sanções dos EUA sobre a Rússia que acarretaram em uma enorme queda no rublo russo.

Outro exemplo recente é o rompimento das relações diplomáticas entre a Arábia Saudita e o Canadá após o conflito sobre direitos humanos. Um resultado disso foi a expulsão, por parte da Arábia Saudita, do embaixador canadense. O país também planejou expulsar milhares de estudantes e pacientes médicos originários do Canadá e suspendeu os voos da companhia aérea estatal destinados a Toronto. O dólar canadense perdeu posições com essas notícias negativas.

866_article.jpg

4. Referendos. Quando algo ameaça a união de um país ou um bloco político, não restam dúvidas de que isso afetará o mercado cambial.

Por exemplo: em setembro de 2014, a Escócia decidiu realizar um referendo para sair do Reino Unido. A libra esterlina ficou sob enorme pressão ao longo de todo o período anterior à realização do referendo — as notícias sobre possíveis resultados do processo foram jogando a libra para cima e para baixo.

Até agora, o acordo do Brexit é o evento mais importante a afetar a libra esterlina, mais do que qualquer dado econômico. Apesar do referendo ter acontecido há mais de 2 anos, ele ainda tem forte impacto sobre a GBP. Quaisquer incertezas quanto ao acordo entre o Reino Unido e a UE puxam a GBP para baixo.

5. Conferências e reuniões internacionais.

Encontros entre oficiais de diferentes países são sempre significantes. Os traders podem obter pistas sobre as relações entre esses países e em relação à situação mundial como um todo. Reuniões de questões críticas, como a crise grega ou a participação italiana na UE são as que mais afetam o mercado.

Por exemplo, especulações de que a Itália possa deixar a UE provocaram uma tendência bearish de médio prazo no euro.

6. Discursos e comentários de ocupantes de cargos políticos.

O mercado acompanha de perto os comentários e os discursos dados por esses oficiais. Às vezes, tais comentários podem virar ao avesso todas as expectativas do mercado.

Por exemplo: em janeiro, quando o USD já estava enfraquecido e o mercado esperava medidas de apoio por parte do Fed, o Secretário do Tesouro Steven Mnuchin disse que um dólar mais fraco era bom para os EUA. Após esse comentário, o USD despencou e atingiu uma mínima na sessão.

Para concluir, podemos dizer que acontecimentos políticos são bons fatores de influência no mercado de câmbio. Um trader experiente pode aproveitar qualquer evento, positivo ou negativo. Basta acompanhar as notícias em fbs.com para fazer as previsões corretas quanto ao impacto que o evento terá na moeda.

Nota: é geralmente contraindicado entrar no mercado durante um evento importante. A melhor estratégia é negociar em cima das expectativas do mercado. Confira o que o mercado está esperando e negocie nessa direção!

Semelhante

Deposite com sistemas de pagamento locais

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera