Os eventos mais importantes para negociar

Os eventos mais importantes para negociar

Todo trader sabe que os dados econômicos têm grande impacto no mercado cambial. Para ser um trader de sucesso, você precisa acompanhar os indicadores econômicos e as notícias sobre câmbio. Dessa forma, você poderá se manter a par dos eventos recentes e ter pistas sobre os movimentos das moedas.
Todas as divulgações de dados econômicos estão reunidas no calendário econômico. Há vários indicadores econômicos diferentes ali; se você é um trader iniciante, não saberá por onde começar a olhar, mas não se preocupe! Escolhemos os eventos mais significantes que você deve seguir para prever o comportamento dos pares de moedas que negocia.
Oferecemos começar com as reuniões dos bancos centrais. As reuniões são importantes porque, além dos anúncios das taxas de juros, elas dão pistas sobre a futura política monetária.
Um aumento na taxa de juros deve puxar a moeda para cima. Já uma queda é vista como bearish, isto é, sinal negativo. Se o banco central não altera a taxa, pode ser bearish ou bullish dependendo do sentimento do mercado.
Durante a reunião, o banco central frequentemente apresenta suas perspectivas sobre as condições econômicas atuais e futuras. Se o banco as vê como estimulantes, os traders criam expectativa de aumentos de taxa no futuro e, logo, uma moeda fortalecida. Da mesma forma, uma perspectiva econômica enfraquecida fará com que os traders vendam a moeda. Tanto a taxa de juros quanto a perspectiva econômica devem ser levadas em conta.
Vejamos um exemplo da correlação entre a reunião do banco central e a movimentação da moeda.
No dia 10 de maio de 2018, o Reserve Bank of New Zealand manteve sua taxa de juros. A decisão não deveria ter afetado muito a moeda pois o mercado já se preparava para isso. No entanto, o discurso do banco central teve tom dovish: a meta de inflação foi reduzida e a perspectiva atual sobre inflação foi negativa. Assim, o dólar da Nova Zelândia caiu muito em relação ao USD.

img800x500.jpg

Vejamos agora os indicadores econômicos.
PIB O PIB — Produto Interno Bruto — pode ser considerado o indicador mais importante da saúde econômica de um país e a medida mais ampla da atividade econômica. Vale notar que em muitas economias avançadas há três versões da divulgação do PIB: o antecipado, o preliminar e o final. O PIB antecipado é o que mais movimenta o mercado.
Qualquer aumento no crescimento do PIB leva ao aumento da taxa cambial da moeda. Da mesma forma, se os dados do PIB forem mais fracos que o esperado, a moeda cairá.
IPC. O IPC — Índice de Preços ao Consumidor — representa a média dos preços pagos pelos consumidores por uma cesta de bens de mercado. Assim, mudanças neste índice identificam períodos de inflação e deflação. Ademais, os dados mostram o quão efetiva é a política econômica do governo. Há dois tipos de IPC: IPC e IPC principal (que exclui os voláteis preços de energia e alimentos), ambos publicados ao mesmo tempo. Os traders prestam muita atenção aos dados do IPC.
Como você sabe, a taxa de juros de um banco central depende do crescimento econômico e da inflação; é por isso que os bancos centrais acompanham de perto as divulgações do IPC. Se o crescimento do IPC ficar perto ou acima da meta de inflação do país, o banco central provavelmente aumentará sua taxa e a moeda subirá também. Caso contrário, a moeda depreciará.  
IGC. Como falamos do PIB, vale falar do IGC (ou PMI, em inglês), o Índice dos Gerentes de Compras. Este é um indicador que mede a saúde econômica do setor manufatureiro e seu objetivo é fornecer informações sobre as condições atuais de negócios a analistas, gerentes de compras e tomadores de decisões. Além disso, ele é usado como principal indicador do crescimento ou queda do PIB e os bancos centrais usam esses dados ao formular a política monetária.
Se o IGC cai em dado país, os investidores podem esperar um tom dovish por parte do banco central. Ademais, eles podem reduzir sua exposição aos mercados de patrimônio líquido no país e aumentá-la em outros países que apresentem crescimento do IGC.
NFP. As NFP — Folhas de Pagamento Não Agrícolas — são um indicador econômico que mostra a mudança no número de pessoas empregadas nos Estados Unidos no mês anterior, excluindo a indústria agrícola. O indicador é muito importante porque dá pistas sobre os gastos dos consumidores, que respondem pela maior parte da atividade econômica. Um NFP maior sinaliza crescimento econômico mais robusto e saudável. Por outro lado, um NFP menor aponta para uma economia enfraquecida, o que leva a uma queda no dólar dos EUA. O indicador é divulgado na primeira sexta-feira de cada mês e causa grandes movimentos no mercado cambial, pois o USD é parte de muitos pares de moedas populares. 
Se o número das folhas de pagamento sai como previsto, a movimentação do USD dependerá de dados adicionais, como a taxa de desemprego e os salários médios por hora, sendo este uma medida da inflação que tem grande impacto na política do banco central dos EUA. Consequentemente, seu papel está se tornando cada vez mais importante.
Apresentamos os eventos mais importantes que lhe darão chances de impulsionar seus lucros. Siga os eventos do calendário econômico e as movimentações do mercado, monte sua própria estratégia de trading com base nesses eventos e ganhe mais dinheiro!

Semelhante

Deposite com sistemas de pagamento locais

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera