Prós e Contras da análise técnica e dos indicadores

Prós e Contras da análise técnica e dos indicadores

O trading de câmbio — ecossistema de corretoras, traders e os fluxos de informações entre eles — existe por uma motivação: ganhar dinheiro. O essencial para ganhar dinheiro é prever corretamente as movimentações do mercado, sendo este o cerne da questão: há alguma forma de sempre estar certo na hora de prever o mercado? A resposta é “não”, pois essa pergunta é semanticamente igual a perguntar se é possível prever sempre o futuro. Ninguém é capaz de fazê-lo, embora às vezes alguns afirmam ter inventado um instrumento quase 100% confiável para descobrir o que está para acontecer.

Algumas abordagens e metodologias, entretanto, já se mostraram fontes relativamente confiáveis de previsões corretas, uma das quais certamente é a análise técnica e seus indicadores. Vamos olhar esse assunto de forma mais ampla para entender o que pode ser a melhor maneira de empregá-la.

Prós

Precisão matemática

Várias gerações de profissionais oriundos de diferentes campos acadêmicos já elaboraram inúmeros modelos matemáticos, que deram origem a diversos algoritmos de previsão das futuras movimentações no mercado. Esses algoritmos permitem definir nossas ordens de mercado, níveis, Stop Loss e todas as outras marcas com precisão de 0,00001. Isto, por sua vez, abre espaço para o scalping, o trading intradia (intraday trading) e todas as outras abordagens de operação com as quais traders inteligentes podem aplicar suas fortunas operando centavos em frações de segundo.

Variedade de opções

A análise fundamental oferece somente uma abordagem: informações da vida real. Indicadores técnicos, por outro lado, oferecem ampla variedade de opções: osciladores, volumes, indicadores de tendência, outros tipos e suas combinações propiciam a oportunidade de personalizar o método escolhido de acordo com as necessidades do trader. Logo, não é obrigatório acostumar-se a uma determinada forma de interpretar o mercado — o trader pode escolher quaisquer indicadores que ele compreende melhor e personalizá-los para ter a maior confiança possível ao fazer leituras do mercado. Essa variedade de opções permite que o trader opte por indicadores de sua preferência e eleja uma estratégia de operação geral, delegando as decisões “menores” aos indicadores escolhidos.

Indiferença emocional

O mercado é feito de pessoas, pessoas são feitas de emoções, esperanças e desejos. Não é raro um trader levar prejuízo devido a falsas esperanças de uma correção no mercado ou a um simples pânico provocado por notícias inesperadas. Dígitos não têm sentimentos, são imunes a atitudes esperançosas e não morrem do coração quando o mercado vira. Utilizar indicadores técnicos pode ajudar a filtrar esse aspecto emocional nas decisões de operação e aliviar boa parte da responsabilidade psicológica assumida pelo trader.

Nessa perspectiva, o trader tem ao seu dispor uma variedade de instrumentos disponíveis para dormir tranquilo e certificar-se de que não há falhas em sua avaliação do mercado com base em indicadores. Mas há um ponto fraco para cada um dos pontos fortes que listamos.

Contras

O futuro é incerto e sempre escorre pelas mãos

Todo método matemático e estatístico toma dados do passado e projeta-os no futuro. Acontecimentos anteriores ou suas tendências digitalizadas nunca garantem uma ideia com 100% de probabilidade do que vai acontecer. Essa é a falha fundamental dessa abordagem. Além disso, mesmo com as maiores probabilidades possíveis, todo indicador sempre apresenta defasagem (lag) em relação ao momento atual, e o mercado é orgânico e nunca espera. Em outras palavras, o indicador leva um momento para decidir o que mostrar no gráfico e o trader leva mais um momento para decidir o que ele quer fazer com o gráfico desse indicador. No decorrer desses dois momentos, tudo pode acontecer no mercado para invalidar a interpretação que há pouquíssimo tempo parecia óbvia.

Perdidos na selva

A variedade de opções pode ser um tiro que sai pela culatra ao gerar confusão. Alguns podem até acreditar que quanto mais indicadores usados, maior será a confiabilidade da avaliação do mercado. Essa ideia, porém, é equivocada: indicadores frequentemente se contradizem, e utilizar muitos deles em conjunto pode desorientar até mesmo um observador profissional do mercado. Ademais, deve-se ter certo grau de conhecimento prévio para que se possa escolher um indicador; caso contrário, alguns dos inúmeros indicadores disponíveis em qualquer terminal de trading podem ser bem complicados.

Falta de compreensão

Modelos matemáticos fazem cálculos e extrapolações, mas não são capazes de compreender o mundo que descrevem. Eles não “sentem” o mercado como alguns dos observadores experientes. Às vezes a intuição é a única forma de interpretar corretamente os acontecimentos e prever com exatidão para onde vai a próxima tendência. Logo, o fator humano pode virar o jogo para o trader em certas condições, entre as quais experiência e informações atualizadas são as principais.

Regras gerais que sempre funcionam

Apesar das controvérsias evidenciadas acima, algumas regras testadas funcionam sempre.

Primeiramente, não confie demais em um só indicador. Lembre-se: indicadores são questão de probabilidades. Nenhum deles é perfeito, cada um tem suas vulnerabilidades — alguns podem funcionar melhor em timeframes maiores, alguns podem apresentar resultados mais exatos em certos momentos da movimentação do mercado, e outros podem não ser tão eficazes na maioria das vezes. Portanto, é necessário escolher vários instrumentos que se adequem à sua estratégia de trading e utilizá-los constantemente para aperfeiçoar a aplicação dos mesmos.

Em segundo lugar, não se pode confiar apenas na análise fundamental ou na análise técnica. Indicadores em gráficos perdem o sentido quando não se tem uma compreensão profunda do mercado. É necessário ter o hábito da leitura para manter-se em dia com o que está acontecendo no mundo real, pois isso ajudará você a entender e possivelmente prever o comportamento do mercado. Os indicadores, por sua vez, complementarão essa dinâmica e tornarão as suas observações mais precisas e validadas.

Em terceiro lugar, sempre aplique uma política saudável de gestão de riscos. Isso não quer dizer somente colocar uma Stop Loss em cada uma de suas operações no mercado. Pelo contrário, isso envolve as suas finanças pessoais e a posição do trading de câmbio nas mesmas. Você deve gerenciar o seu investimento em câmbio com cautela, para que ele não desequilibre o lado financeiro da sua vida e afete o seu psicológico negativamente. Os indicadores não salvarão você se todo o seu dinheiro estiver aplicado em operações e não sobrar nada para pagar as contas. Calcule o quanto você está disposto a perder, o quanto tem condições de investir e o quanto você realmente consegue ganhar de acordo com o seu nível atual de experiência e conhecimento.  

Conclusão 

Como podemos ver, cada vantagem acompanha uma desvantagem. Todo trader deve fazer sua própria pesquisa e decidir quais indicadores usar e confiar na hora de tomar decisões no mercado. Isso, por sua vez, depende das características do trader: aversão a riscos, compostura, pensamento intuitivo ou analítico são alguns dos fatores que influenciam essas escolhas.

Semelhante

Deposite com sistemas de pagamento locais

Saiba mais

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera