Acontecimentos mundiais e mercados: compreendendo as relações

Acontecimentos mundiais e mercados: compreendendo as relações

2020-10-07 • Atualizado

Em um mundo com tanta informação, é natural lidarmos com fatos novos todos os dias. Há quem percorra o noticiário sem pensar muito, mas os traders analisam cada notícia em busca de oportunidade, procurando identificar com precisão o impacto gerado no mercado. Para enxergar as relações entre o mercado e as notícias, o iniciante deve entender os princípios da análise fundamental (ou fundamentalista).

O que é análise fundamental?

No trading há duas abordagens conhecidas e completamente diferentes: a técnica e a fundamental. A análise técnica recorre aos gráficos financeiros para prever o desempenho futuro do preço de um ativo qualquer. Na análise fundamental, por outro lado, os analistas se concentram no cenário maior e procuram correlações entre condições econômicas e preços. Qual grupo faz a análise certa? Essa é a maior polêmica na ciência do trading. Apesar de longos debates a respeito da importância de cada tipo de análise, os especialistas atualmente concordam que o melhor a fazer é combinar as duas modalidades, ou seja, observar o cenário técnico e buscar no cenário fundamental fatores que movimentam o mercado. Por ora, vamos focar em entender os principais elementos da análise fundamental.

O que movimenta o mercado no âmbito fundamental?

De forma geral, os fatores de ordem fundamental são “dados macro”, aqueles que indicam força ou fraqueza na economia dos países. São exemplos de fatores:

  • Publicações econômicas, as quais você pode encontrar no calendário econômico (dados sobre empregos, PIB, inflação, vendas no varejo, IGC, etc.).
  • Acontecimentos e notícias: discursos de diretores dos bancos centrais e presidentes dos países, grandes incertezas na economia, problemas globais, eleições e afins.
  • Política monetária dos bancos centrais: taxas de juros e compras de títulos.

Onde reunir todas as informações?

 Vamos agora às fontes de informação para o trading. Chegou a hora de aprender a gostar de calendários, mesmo se você só usa aquele que vem no celular. O calendário econômico é uma das ferramentas mais importantes para todo analista fundamental. Esse não é um calendário qualquer — é, na verdade, a lista dos acontecimentos e publicações mais importantes, aquelas que têm o maior potencial de movimentar o mercado. Para cada indicador, há previsões que representam a média das expectativas do conjunto de analistas.  

Uma regra bem simplista para operar utilizando o calendário econômico pode ser descrita assim: “escolha a economia que mais aparenta boa forma”. Ou seja, aguarde a publicação do resultado e compare este com as previsões feitas. Se o indicador for melhor que o previsto, depreende-se que as condições econômicas e o clima de investimentos estão melhorando no país em questão. Consequentemente, a moeda desse país fica mais atrativa aos olhos dos investidores, e é nesse momento que você clica no botão de compra do seu terminal.

Exemplo: vejamos as NFP publicadas no dia 7 de agosto de 2020. A tabela abaixo traz as previsões e os resultados então divulgados.

PT.png

Os dados da tabela mostram que os resultados superaram as expectativas dos analistas, ou seja, as folhas não agrícolas e os ganhos médios por hora ficaram acima — e a taxa de desemprego abaixo — do previsto. Isso fez o EUR/USD cair drasticamente.

1.png

Mostramos acima um exemplo ideal de reação do mercado. Você deve ter em mente que cada publicação afeta o mercado de uma forma — seus impactos não são homogêneos. Às vezes, o noticiário de certo país apresenta notícias boas e ruins ao mesmo tempo, o que chamamos de caráter misto. Em tal situação, a reação da moeda desse país também será mista.

Como já citado, publicações econômicas são apenas um dos fatores que influenciam o mercado. Outro fator, naturalmente, está ligado ao noticiário. Negociar com as notícias é algo que vem ganhando extrema relevância em maio à pandemia do coronavírus e à guerra comercial EUA-China.

Vejamos um breve exemplo de correlação entre noticiário e mercado observado em 11 de agosto. Após a notícia do registro da primeira vacina contra o coronavírus na Rússia, o ouro desceu às mínimas do começo de junho.

2.png

O último (mas não menos importante) fator é, claro, as decisões dos bancos centrais sobre política monetária. O banco central é peça fundamental da economia de um país, pois esse órgão controla o fluxo de dinheiro e as taxas de juros e é capaz de influenciar a moeda nacional. Como traders, devemos ficar de olho nas seguintes novidades dos bancos centrais:

  • decisões sobre taxa de juros;
  • decisões sobre política monetária;
  • comentários de seus representantes.

O banco central ajusta a taxa de juros para manter a estabilidade do sistema financeiro do país. Seu objetivo principal é manter a inflação dentro da meta e estimular um crescimento econômico saudável. Quando a inflação sobe junto com o PIB e a criação de empregos, o banco aumenta a taxa de juros, de forma a aumentar o custo de pegar dinheiro emprestado, encarecendo o crédito e os investimentos. Enquanto isso, a moeda desse país vai ganhando força.  Por outro lado, se a economia do país enfrenta dificuldades, o banco central diminui a taxa de juros, pois taxas de juros menores facilitam o crédito e estimulam o consumo. A moeda nacional, porém, perde força diante de seus pares.

Outro elemento da política monetária dos bancos centrais é a compra de títulos. Quando a economia precisa de ajuda e a taxa de juros já está baixa, o banco central começa a comprar títulos visando o aumento do volume de dinheiro em circulação. Trata-se de um esforço para baratear o crédito e estimular o consumo. Essa medida também é conhecida como relaxamento quantitativo (do inglês “quantitative easing”, ou “QE”). Como isso afeta o desempenho da moeda? Teoricamente, uma maior oferta de dinheiro deve baratear a moeda. Entretanto, a pandemia de 2020 mostrou que essa regra não funciona em todos os casos.

O Federal Reserve comprou quase US$ 2 trilhões do Tesouro desde o começo da propagação do coronavírus. Logo, não é surpresa o dólar americano ter ficado em baixa depois dessa notícia, de maio até agosto. Mais interessante é este fato: medidas semelhantes tomadas por outros grandes bancos centrais resultaram no fortalecimento de suas moedas contra o USD. Exemplo: podemos ver abaixo o comportamento do euro após o Banco Central Europeu aumentar seu programa emergencial de compras de títulos em 600 bilhões de euros, no dia 4 de junho. Apesar do afluxo renovado de dinheiro na economia da zona do euro, o EUR/USD subiu.

Por que isso aconteceu? O primeiro motivo pode estar relacionado ao comportamento dos investidores, que levaram parte de seu capital para fora dos Estados Unidos em virtude da fraqueza da moeda americana. Ademais, a alta do euro pode estar ligada ao oposto das chamadas carry trades: em tempos de incerteza, os traders tiram seu dinheiro de moedas com juros maiores (moedas de mercados emergentes) e compram de volta as moedas principais, como o euro.

3.png

A natureza do mercado é bem peculiar. Logo, você não deve se deixar levar pelos automatismos ao operar. Ter um algoritmo pode ser bom, mas estar ciente do cenário maior, isto é, do comportamento do mercado no âmbito fundamental, sem dúvida ajudará a evitar erros e entender melhor o mercado.

ENTRAR

Semelhante

Perguntas frequentes

  • Como receber o Trade 100 Bonus?

    Turbine suas habilidades no trading com US$100 grátis da FBS. Abra uma conta Trade 100 Bonus para ativar esta opção e receba US$100 no saldo. Utilize o dinheiro durante 30 dias de trading ativo e negocie cinco lotes, e você poderá receber US$100 de lucro se tiver êxito. Todos saem ganhando! Além da chance de lucrar, você também poderá experimentar o mercado real e praticar suas habilidades em FX.

  • Como começar a negociar?

    Você pode se juntar à FBS e começar a sua jornada em FX se for maior de 18 anos. Para negociar, é necessário ter conta em uma corretora e conhecimento suficiente sobre como funcionam os ativos no mercado financeiro. Comece estudando o básico com os nossos materiais de formação grátis e crie uma conta na FBS. Convém testar o ambiente utilizando dinheiro virtual por meio da conta de demonstração (Demo). Quando estiver pronto, entre no mercado real e negocie para ter sucesso. 

  • Como abrir uma conta FBS?

    Clique no botão Abra uma Conta em nosso site e prossiga para a Área Pessoal. Passe pela verificação de perfil antes de começar a negociar: confirme seu e-mail e número de telefone e faça a verificação da sua identidade. Este procedimento garante a segurança do seu dinheiro e dos seus dados. Feito tudo isso, vá para a plataforma de negociação de sua preferência e comece a negociar.

  • Como sacar o dinheiro que você ganhou com a FBS?

    O procedimento é bem simples. Vá para a página de saques no site ou para a seção Finanças da Área Pessoal FBS e acesse a parte de saques. Você poderá retirar o dinheiro que ganhou por meio da mesma forma de pagamento utilizada para depositar. Se tiver abastecido sua conta por várias formas, saque seus lucros por essas mesmas formas e nas mesmas proporções dos valores depositados.

Deposite com sistemas de pagamento locais

Saiba mais

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em 00:30:00

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera