1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. Como usar o Índice do Dólar dos EUA (DXY) no trading
2023-04-13 • Atualizado

Como usar o Índice do Dólar dos EUA (DXY) no trading

cover.png

A moeda mais negociada no mundo é o dólar norte-americano. Ela é a moeda que participa da maioria das transações internacionais, compondo os pares de moedas mais populares no mercado de Forex. Não é de se admirar que o dólar americano tenha o seu próprio índice, o qual compara o seu valor com o de outras moedas globais.

Neste artigo, você descobrirá o que é o Índice do Dólar dos EUA, como ele é calculado e se existem maneiras de usar esse índice na sua estratégia de negociação.

O que é o Índice do Dólar dos EUA (DXY)?

O Índice do Dólar dos EUA (geralmente escrito como USDX ou DXY) é um indicador que mede o valor do dólar norte-americano em relação a uma cesta de seis moedas estrangeiras. Estas moedas incluem o euro, o iene japonês, a libra britânica, o dólar canadense, a coroa sueca e o franco suíço.

Este índice é importante para os traders porque o USD é considerado uma moeda de negociação global e a principal moeda de reserva do mundo. A maioria das negociações em todos os mercados financeiros é feita usando o dólar americano. Conhecer seu valor atual em relação a outras moedas pode ajudá-lo a planejar trades mais lucrativos.

1141-02.png

História do Índice do Dólar dos EUA

O Índice do Dólar dos EUA foi introduzido pela primeira vez em 1973, após o sistema de Bretton Woods ter sido descontinuado. Este sistema estabeleceu o dólar americano como moeda de reserva internacional, fixando o valor das outras moedas em relação ao dólar, que por sua vez estava vinculado ao valor do ouro (uma onça = US$ 35). No entanto, o sistema fez com que a reserva de ouro dos EUA se esgotasse, e o USD não conseguiu manter o seu valor. Devido a isso, o DXY foi estabelecido, como uma forma de registrar o valor da moeda.

Inicialmente, o valor-base do USD foi fixado em 100,000. Entretanto, ele oscilou ao longo das décadas, atingindo a sua máxima histórica (164,720) em 1985 e a sua mínima histórica (70,698) em 2008.

Ao longo dos anos, a cesta de moedas contra a qual o USD é mensurado foi alterada apenas uma vez, em 1999, quando o euro foi adicionado à lista. Atualmente, muitos especialistas argumentam que é hora de revisar a cesta e incluir outras moedas (como o yuan chinês e o peso mexicano), para refletir os países com os quais os EUA estão negociando ativamente.

2.png

Como usar o Índice do Dólar dos EUA no trading?

Existem diversas maneiras de usar o DXY no trading. Veja algumas delas:

1. Indicador de tendência

O DXY pode fornecer muitas informações úteis para os traders de Forex que operam o USD contra outras moedas. Uma das maneiras é usando-o em seu trading de Forex para identificar a tendência atual do USD.

Saber se o USD está passando por uma tendência de alta ou uma tendência de baixa pode ajudá-lo a planejar suas operações de Forex. Se o DXY indicar uma tendência de alta, é melhor entrar comprado no USD contra as outras moedas. Se o DXY estiver passando por uma tendência de baixa, é hora de entrar vendido no USD contra outra moeda mais forte.

2. Operar pares de moedas correlatos

Outra maneira de aplicar o DXY no trading é usá-lo como uma fonte adicional de sinais de negociação. O Índice do Dólar dos EUA tem bastante influência nos mercados de câmbio, visto que muitos traders utilizam os seus níveis de suporte e resistência e seus padrões de preços para planejar os trades de Forex.

Os pares de moedas correlatos são aqueles que se movem na mesma direção que o DXY (USDJPY, USDCAD, USDGBP, etc.). Para negociá-los, você precisa encontrar um padrão de análise técnica confirmado no gráfico do DXY, e então procurar um par de moedas correlato que tenha a mesma imagem em seu gráfico de preços. Após fazer isso, abra uma posição para o par de moedas correlato na direção da tendência do DXY.

Por exemplo, em 16 de agosto de 2022, às 12:00 (horário MT), o Índice do Dólar dos EUA rompeu a Bandeira de alta (bullish flag).

3.png

Ao mesmo tempo, o USDCHF não tinha nenhum padrão válido. No entanto, se os traders tivessem entrado comprados no USDCHF no mesmo momento em que o Índice do Dólar dos EUA rompeu a Bandeira, eles teriam surfado em uma grande alta.

4.png

Operar pares de moedas com uma correlação inversa

Ao contrário dos correlatos, os pares de moedas com correlação inversa se movem na direção oposta ao DXY. Estes são o EURUSD, AUDUSD, NZDUSD e outros pares. Para utilizar o DXY, encontre um padrão de análise técnica confirmado em seu gráfico e, em seguida, procure um padrão semelhante no gráfico de um dos pares de moedas. Após encontrá-lo, você deve abrir uma posição para este par na direção oposta à tendência do gráfico do DXY.

Você pode aprender mais sobre a análise técnica do Índice do Dólar dos EUA com a equipe de análise da FBS.

O que é o contrato futuro do Índice do Dólar dos EUA?

Os contratos futuros do Índice do Dólar dos EUA são um instrumento baseado no DXY que pode ser negociado nos mercados financeiros. Para negociar um contrato futuro do DXY, você precisa abrir uma conta de negociação de futuros. Depois de fazer isso, você pode operar o DXY da mesma forma que um ativo comum, comprando-o e vendendo-o para lucrar com as flutuações do seu preço. Você também pode usá-lo para se proteger contra perdas ao operar o USD no mercado de Forex.

Com a FBS, você não pode operar o Índice do Dólar dos EUA. No entanto, se você abrir a MetaTrader 4 ou MetaTrader 5, clicar em Visualizar, ativar a Observação de Mercado, rolar para baixo até a lista dos ativos e digitar “USdollarindex” no campo de pesquisa, poderá abrir o gráfico do índice. Analisar este índice pode ajudá-lo a prever o movimento da maioria dos pares de moedas principais e metais, e até mesmo o mercado de ações dos EUA.

O que afeta o preço do Índice do Dólar dos EUA?

O preço do DXY pode ser afetado por variações nos preços do dólar norte-americano e de quaisquer moedas incluídas na cesta do DXY. Os acontecimentos que podem levar a essas variações incluem recessão ou crescimento econômico, inflação ou deflação, conflitos geopolíticos, exportação e importação, e outros. O preço do Índice do Dólar dos EUA também aumenta quando a procura do USD está elevada e diminui quando ela abaixa.

Como calcular o preço do DXY?

O Índice do Dólar dos EUA é calculado tomando a taxa de câmbio média do USD em relação a seis moedas estrangeiras e normalizando essa taxa por um fator de indexação, que é de cerca de 50,1435. Cada moeda tem porcentagens de peso diferentes que também estão incluídas no cálculo:

Euro: 57,6%

Iene japonês: 13,6%

Libra esterlina: 11,9%

Dólar canadense: 9,1%

Coroa sueca: 4,2%

Franco suíço: 3,6%

A fórmula completa usada para calcular o DXY tem esta composição:

DXY = 50,14348112 × EURUSD^-0,576 × USDJPY^0,136 × GBPUSD^-0,119 × USDCAD^0,091 × USDSEK^0,042 × USDCHF^0,036

A teoria do Sorriso do Dólar como estratégia de negociação

A teoria do Sorriso do Dólar (Dollar Smile Theory) foi apresentada pela primeira vez há cerca de 20 anos pelos economistas Stephen Jen e Morgan Stanley, que notaram uma estranha correlação entre o estado da economia global e a força do USD. Eles concluíram que o USD apresenta um ciclo constante composto por três fases:

Fase 1. O USD é forte enquanto a economia global está em ruínas. Isto acontece porque o USD é visto como um “porto seguro” e, em tempos de dificuldades econômicas, os investidores preferem transferir o seu dinheiro para ativos seguros, aumentando o valor do USD.

Fase 2. O USD torna-se fraco quando a economia global se recupera de uma recessão. Enquanto a economia dos EUA ainda está voltando aos trilhos, os investidores movimentam seu dinheiro novamente, escolhendo moedas com desempenho superior como seu próximo recurso.

Fase 3. Quando a economia dos EUA também se recupera, os investidores começam a desfrutar do crescimento do PIB e esperam taxas de juros mais altas no futuro, tornando o USD um ativo atraente novamente.

Esta ilustração mostra as fases do ciclo. Você pode ver por que essa teoria é chamada de “o Sorriso do Dólar”.

1141-03.png

Conhecendo esta tendência, você pode usar a natureza peculiar do USD a seu favor e utilizar o Índice do Dólar dos EUA para planejar seus trades de longo prazo.

Conclusão

O Índice do Dólar dos EUA é um indicador muito importante que permite que os traders visualizem as mudanças no valor do USD em tempo real. Este índice pode ajudá-lo a prever os movimentos de preços dos principais pares de moedas no mercado de Forex e encontrar oportunidades para abrir posições em câmbio.

  • 3626

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera