1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. Duas formas de vencer no trading
2024-01-23 • Atualizado

Duas formas de vencer no trading

Cover.png

Duas abordagens ao trading

O trading de Forex é complexo e desafiador. A todo momento, inúmeros e diversos participantes do mercado pensam em como ter sucesso no trading, desenvolvendo uma série de estratégias e técnicas de sucesso em Forex na tentativa de alcançar justamente esse êxito operacional. Apesar da diversidade de resultados, o objetivo principal é o mesmo para todos: gerar lucro com os movimentos do mercado. É por isso que todas as abordagens ao trading podem ser resumidamente divididas em dois métodos amplos: operar contra a tendência e operar a favor da tendência.

Pontos principais

  • As tendências são mais propensas a persistir do que sofrer reversão.
  • As tendências do mercado podem durar por muito tempo, às vezes até mesmo por meses e anos.
  • Prever reversões (viradas) de tendências é difícil e exige análise cautelosa, experiência e uma compreensão aprofundada da dinâmica do mercado.
  • Os traders usam a Stop Loss (Perda Máxima) para minimizar riscos e prejuízos em potencial.

Operar contra a tendência

Operar contra a tendência pode ser uma tentação para certos traders, sobretudo quando estes acreditam que o mercado está para sofrer uma reversão e gerar mais oportunidades de negociação. Porém, como as tendências são mais propensas a persistir do que sofrer reversões constantemente, é mais rentável acompanhar a tendência.

IMG1.png

Para ilustrar isso, vamos considerar um exemplo. Imagine um certo par de moedas que vem valorizando firmemente nos últimos meses. Embora possa haver momentos em que se observam pequenos recuos, a tendência geral é de alta. Ao operar conforme a tendência e comprar quando o par está em trajetória de subida, o trader pode aumentar suas chances de fazer operações rentáveis.

IMG 2.png

O atrativo de operar contra a tendência é o potencial de conseguir lucros consideráveis quando acontece uma reversão. Entretanto, prever reversões de tendências é bem difícil e exige análise cautelosa, experiência e uma compreensão aprofundada da dinâmica do mercado. Isso é um desafio até mesmo para traders experientes. De forma geral, são poucos os que consideram operar contra a tendência como uma estratégia de negociação bem-sucedida. É mais provável que ela resulte em oportunidades de lucro perdidas.

Entendendo o conceito de operar a favor da tendência

Operar a favor da tendência (trend trading) é uma modalidade fundamentada na crença de que tendências existentes estão mais propensas a continuar do que virar, ou seja, o mercado tende a passar períodos inteiros avançando em uma direção específica. Às vezes, as tendências de mercado podem durar até mesmo meses ou anos. O índice americano US500, por exemplo, está há mais de 100 anos em tendência de alta. Logo, é uma má ideia tentar prever uma reversão de tendência. É por isso que quem opera acompanhando a tendência (trend trader) entra com posições na direção da tendência observada e aproveita a dinâmica pelo tempo que ela durar, seja para cima (altista/bullish) ou para baixo (baixista/bearish).

IMG 3.png

Para identificar padrões e determinar a força e a duração de uma tendência, os traders de Forex geralmente usam indicadores técnicos, padrões gráficos e outros recursos analíticos.

No geral, entender a tendência atual ajuda a tomar decisões embasadas sobre quando entrar e sair das operações. Isso serve para a negociação de curto prazo e também para a de longo prazo, pois assim o trader consegue alinhar suas operações com a direção geral do mercado.

Além disso, geralmente se considera que operar a favor da tendência é uma estratégia mais clara para os traders, sobretudo aqueles que ainda estão começando no mercado. Considera-se apropriado aguardar uma correção do preço durante uma tendência de alta e então comprar. Assim é possível acompanhar a tendência ao invés de tentar prever sua reversão. Porém, é essencial reconhecer que nenhuma estratégia dá garantia de sucesso operacional.

Método da Stop Loss no trading

Seja qual for a abordagem de negociação escolhida, o gerenciamento de riscos é um aspecto decisivo para o sucesso no trading. Para mitigar perdas em potencial, os traders recorrem ao método da Stop Loss (Perda Máxima). Ela é um patamar predeterminado no qual o trader vai sair automaticamente de uma operação que está dando prejuízo, assim que o instrumento negociado atingir o preço especificado.

IMG 4.png

Tentar operar sem uma Stop Loss é como navegar em águas traiçoeiras sem um colete salva-vidas. Somente profissionais experientes, com um entendimento aprofundado dos conceitos de risco e comportamento do mercado, podem pensar em uma abordagem tão arriscada assim. Para a maioria dos traders, o uso da Stop Loss não é recomendação — é necessidade.

As ordens Stop Loss têm três funções principais. Em primeiro lugar, elas protegem o trader de prejuízos catastróficos que podem acontecer quando o mercado faz um avanço desfavorável para além de um ponto predeterminado. Em segundo lugar, elas poupam os traders do desgaste emocional de ter que tomar decisões em tempos de condições desfavoráveis no mercado. Emoções como medo e ganância comprometem o bom juízo e levam a decisões impulsivas e irracionais. Em terceiro lugar, uma Stop Loss bem colocada dispensa a necessidade de monitorar a operação ininterruptamente, e assim o trader consegue respeitar sua tolerância ao risco predeterminada.

Aplicação de uma estratégia para a Stop Loss no trading

A aplicação eficaz da estratégia para a Stop Loss pressupõe um misto de análise técnica, avaliação de riscos e disciplina. Veja um roteiro básico para o uso da ordem Stop Loss:

  • Identifique os níveis de suporte e resistência: utilize a análise técnica nos gráficos de preço para identificar níveis de suporte e resistência significantes. Esses níveis podem servir como áreas em potencial para a colocação de ordens Stop Loss.
  • Leve em conta a volatilidade: ajuste a distância entre a Stop Loss e o ponto de entrada com base na volatilidade do mercado. Uma Stop Loss mais ampla pode ser necessária em mercados altamente voláteis, de modo a contemplar as variações de preço mais amplas.
  • Defina a relação risco-retorno: determine o retorno em potencial da operação em relação ao risco envolvido. Isso ajuda a garantir que o lucro potencial supere o prejuízo potencial. Exemplo: trabalhando com uma relação risco-retorno de 2:1, a Stop Loss fica em um patamar tal que o prejuízo possível seja metade do ganho esperado. Em tal caso, o trader só precisa lucrar em 40% das operações para alcançar a rentabilidade, já que o retorno é o dobro do prejuízo potencial.
  • Utilize a Stop Loss móvel: considere usar uma Stop Loss móvel (trailing Stop Loss), que se ajusta dinamicamente à medida que o preço avança a favor da operação. Com isso, o trader consegue aproveitar melhor os ganhos e oportunidades de negociação, sem deixar de proteger os lucros em caso de reversão do mercado. Contudo, quando a volatilidade é alta, mesmo uma Stop Loss móvel pode ser acionada cedo demais. Em uma situação assim, o trader fica sem a operação e o preço segue avançando sem que ele esteja participando.

Ao aplicar uma estratégia para a Stop Loss, o trader consegue, com eficácia, gerenciar o risco e aumentar suas chances de ter operações rentáveis. Isso oferece uma abordagem estruturada ao trading e ajuda o trader a cultivar a disciplina em seu processo de tomada de decisões.

Moral da história

Lembre-se: não existe estratégia universal nem formas infalíveis de vencer no trading. Cada trader deve buscar uma abordagem alinhada a suas habilidades, tolerância ao risco, objetivos financeiros e grau de experiência. Tal como em qualquer empreitada financeira, estudo contínuo, facilidade de adaptação e execução disciplinada são elementos-chave para o sucesso operacional no mundo do trading e seus desafios.

Dúvidas

É bom operar contra a tendência?

Operar contra a tendência é uma das formas de negociação que são geralmente contraindicadas para a maioria dos traders, já que isso pressupõe contrariar a direção predominante do mercado e pode ser arriscado. As tendências costumam persistir, e por isso acompanhar a tendência aumenta a probabilidade de ter operações rentáveis. Mesmo assim, traders experientes que aplicam estratégias de nível avançado e têm uma compreensão ampla da dinâmica do mercado podem, às vezes, operar contra a tendência para lucrar com as reversões do mercado. De forma geral, não existe estratégia infalível em Forex.

Qual é a estratégia de negociação mais rentável?

Não existe resposta universal para perguntas do tipo “qual é a estratégia de negociação mais rentável ou bem-sucedida”, pois essa questão depende de vários fatores, como condições de mercado, experiência no trading e tolerância ao risco. Entretanto, muitos traders têm sucesso com estratégias de acompanhamento de tendências (trend following). Ao entrar com operações alinhadas à tendência predominante, é possível aumentar a probabilidade de posições rentáveis. Complementar uma estratégia de acompanhamento de tendências com técnicas adequadas de gerenciamento de riscos, como a configuração de ordens Stop Loss, é essencial para ter um controle melhor sobre o resultado.

Como funciona a Stop Loss no trading?

A ordem Stop Loss é um recurso de gerenciamento de riscos utilizada no trading para limitar perdas em potencial. Com esse recurso, utiliza-se um patamar de preço predeterminado no qual a operação vai ser fechada automaticamente, impedindo maiores prejuízos. Ao recorrer à ordem Stop Loss, o trader pode proteger seu capital e evitar perdas significativas. É indispensável revisar e ajustar a ordem Stop Loss de forma recorrente, à medida que a operação evolui e se adapta às mudanças nas condições de mercado.

O que é a regra dos 2% no trading?

No trading, a regra dos 2% diz respeito a uma estratégia de gestão de riscos que sugere arriscar no máximo 2% do capital operacional em uma determinada operação. Ao observar essa regra, o trader pode limitar as perdas em potencial e proteger o capital como um todo. Por exemplo, se um trader tem US$10.000 de capital, ele não deve arriscar mais que US$200 (= 2% de US$10.000) em uma mesma operação. Observar a regra dos 2% ajuda a manter a consistência na gestão de riscos e impede um excesso de exposição a possíveis perdas.

O que é a regra do 1% no trading?

No trading, a regra do 1% é um princípio de gestão de riscos que sugere arriscar no máximo 1% do capital operacional em uma determinada operação. É uma regra semelhante à regra dos 2%, mas neste caso a gestão de riscos é mais conservadora ainda. Ao limitar a exposição ao risco a 1% do capital operacional, o trader pode proteger sua conta de perdas consideráveis e manter a consistência em sua estratégia geral de negociação. Observar a regra do 1% é importante para preservar o capital e administrar o risco com eficácia.

Quais são as duas formas de negociação?

As duas grandes abordagens ao trading são operar contra a tendência e operar a favor da tendência (trend trading). Operar contra a tendência significa prever reversões na direção do mercado. Operar a favor da tendência significa se alinhar à direção predominante do mercado, com a intenção de aproveitar a dinâmica.

É possível operar sem usar Stop Loss?

Embora isso seja tecnicamente possível, operar sem uma estratégia para a Stop Loss é algo altamente contraindicado. Isso deixa o trader exposto a prejuízos ilimitados e atenta contra os bons princípios do gerenciamento de riscos.

Como que eu determino a distância apropriada para a Stop Loss?

Na operação, a distância para a Stop Loss depende de fatores como volatilidade do mercado, tempo gráfico de referência e tolerância da pessoa ao risco. Um método comum é colocar a Stop Loss em algum ponto além dos principais níveis de suporte e resistência.

O que é Stop Loss móvel?

No trading, a Stop Loss móvel (Trailing Stop Loss) é uma ordem que se ajusta dinamicamente ao movimento do preço. À medida que a operação fica mais rentável, a Stop Loss se ajusta automaticamente, preservando ganhos sem sacrificar o potencial de novas altas.

As ordens Stop Loss conseguem garantir prejuízo zero?

As ordens Stop Loss não são garantia de prejuízo zero. Elas são um recurso de gerenciamento de riscos feito para limitar as perdas a um nível predeterminado. Condições de mercado, slippage e gaps podem impactar a eficácia das ordens Stop Loss.

  • 587

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera