1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. Os 15 padrões gráficos mais relevantes para ações
2024-06-06 • Atualizado

Os 15 padrões gráficos mais relevantes para ações

cover.png

Quando você está operando ações, usar a análise técnica pode ajudá-lo a detectar todas as mudanças no mercado. Os padrões gráficos são as ferramentas que você pode usar como parte da sua análise técnica. Eles aparecem nos gráficos de preços e indicam a direção para onde o mercado provavelmente se moverá e em que ponto você pode entrar ou sair de um trade.

Neste artigo, vamos abordar o que de fato são os padrões gráficos, como você pode usá-los em seu trading e analisar os 15 padrões mais relevantes para ações que irão ajudá-lo em suas operações.

O que são padrões gráficos?

Os padrões gráficos são flutuações de preços representadas por uma série de linhas de tendência e curvas em um gráfico. Claro, nem toda subida e queda que ocorre no mercado compõe um padrão. Porém, se o preço se mover de uma maneira específica observada anteriormente, antes de um determinado evento do mercado, há uma chance muito alta de que essa nova formação seja seguida pelo mesmo evento.

Como os padrões gráficos funcionam?

Os padrões gráficos se tornaram um método popular de prever a direção da tendência, pois o mercado, por natureza, é considerado cíclico. Entretanto, como os padrões gráficos de ações são parte da análise técnica, a sua justificativa é baseada na noção de que o comportamento dos investidores tende a se repetir ao longo do tempo.

Os preços das ações não se movem por conta própria. Em vez disso, eles são um reflexo das decisões tomadas por pessoas reais, movidas pelas mesmas emoções e ambições que seus antecessores. Os gráficos de ações servem como a representação dessas emoções, seja otimismo ou pessimismo. Assim, se o preço forma um padrão distintamente familiar, significa que os traders podem acabar tomando as mesmas decisões operacionais que os outros antes deles.

1.png

A razão para analisar os padrões gráficos

Mesmo que os padrões não sejam 100% confiáveis, quando se trata de prever a direção dos preços, eles podem ser usados de várias outras maneiras. Os gráficos representam a alternância entre oferta e demanda dentro do mercado, quando os traders estão mais interessados em comprar uma ação do que vendê-la, ou vice-versa.

Quando o mercado se move em um determinado padrão, ele se torna mais fácil de prever. Os níveis de suporte e resistência, pontos de rompimento, stops de entrada e retrações potenciais estão entre as variáveis que o trader pode detectar a partir de um único padrão gráfico. Então, mesmo que a tendência acabe indo em uma direção diferente da que você esperava, você ainda terá muitas informações para proteger seus trades.

Tipos de padrões gráficos

Existe uma grande variedade de padrões gráficos, mas todos eles podem ser divididos em três grupos distintos:

  • Padrões de continuação. Os padrões de continuação​ indicam que a tendência atual permanecerá após a conclusão do padrão. Esses padrões geralmente aparecem nos gráficos de ações como um período de consolidação de curto prazo. Eles sinalizam uma interrupção temporária em uma tendência, mas geralmente não levam a uma reversão da direção dos preços.
  • Padrões de reversão. Os padrões de reversão indicam que a tendência atual está chegando ao fim e que a direção dos preços provavelmente sofrerá uma reversão.
  • Padrões bilaterais. Padrões bilaterais indicam que há um grau considerável de indecisão no mercado, de modo que o preço pode se mover em qualquer direção. Esses padrões podem ser usados para operar em ambos os sentidos, então os traders devem esperar pelo rompimento do padrão para então se juntar ao lado vencedor.

Os tipos de gráficos mais importantes

Existem muitos tipos de gráficos que você pode usar durante o trading, mas os mais importantes são os gráficos de linhas, de barras e de velas (candles).

Os gráficos de linhas indicam o movimento geral dos preços de mercado durante um determinado período, formados pela ligação de cada preço de fechamento. Eles ilustram as mudanças nos preços de fechamento e as tendências atuais, além de auxiliar os traders a visualizarem o panorama das variações de preços.

Os gráficos de barras são usados para analisar os preços de abertura e fechamento, como também as máximas e mínimas. Cada barra mostra o menor preço negociado (parte inferior da barra), o preço mais alto pago (parte superior da barra), a amplitude de negociação (o corpo da barra), o preço de abertura (linha horizontal à esquerda) e o preço de fechamento (linha horizontal à direita). Dependendo do comprimento da barra, os traders podem ver se o mercado está volátil ou estável.

Os gráficos de velas são usualmente chamados de variações dos gráficos de barras. Embora os gráficos de velas mostrem praticamente as mesmas informações que os gráficos de barras, eles são muito mais fáceis de ler. A principal diferença entre os dois tipos de gráficos é que o corpo de uma vela retrata a amplitude entre os preços de abertura e fechamento. As velas também podem ter cores diferentes: se a moeda fechou a um preço mais baixo do que abriu, o corpo da vela será vermelho, enquanto a cor verde mostra que o preço de fechamento foi maior do que o preço de abertura. Essa visualização ajuda os traders a reconhecer se o mercado atual está dominado por compradores ou vendedores e a identificar as tendências atuais. Neste artigo, iremos falar sobre os padrões nos gráficos de velas.

15 padrões nos gráficos de ações que você deve conhecer

Triângulo ascendente

O primeiro padrão gráfico que veremos é o Triângulo ascendente. Este é um padrão de continuação de alta (bullish) formado quando o preço começa a oscilar dentro de uma amplitude que vai se estreitando. A linha superior (resistência) de um Triângulo ascendente é horizontal, enquanto as baixas criam a linha inferior (suporte) que está subindo em direção à linha de resistência. Ela mantém sua subida até que o preço eventualmente rompa a linha de resistência, confirmando o padrão e continuando o movimento ascendente.

Triângulo descendente

O inverso de seu parente ascendente, o Triângulo descendente é um padrão de continuação de baixa (bearish), aparecendo quando o preço da ação começa a se mover entre uma linha de resistência inclinada para baixo e uma linha de suporte horizontal. Uma vez que as linhas de resistência e suporte se cruzam, um rompimento acontece e o preço cai ainda mais, dando continuidade à tendência de baixa.

Triângulo simétrico

O último dos padrões gráficos de Triângulo, o Triângulo simétrico, é formado por uma linha de suporte ascendente e uma linha de resistência descendente. O preço “quica” entre ambas as linhas em uma amplitude que se estreita continuamente, até que as linhas se cruzem. É impossível dizer para onde o preço irá após o rompimento, porque tanto os compradores quanto os vendedores possuem igual influência sobre o mercado. É por isso que o Triângulo simétrico é considerado um padrão bilateral. Os traders são aconselhados a colocar duas ordens Stop de entrada acima e abaixo das linhas.

1139-triangles.png

Bandeira

O padrão Bandeira (flag) é frequentemente associado a investimentos de baixo risco e lucro rápido. Ele é um padrão de continuação que pode ocorrer no meio de uma tendência forte. O padrão Bandeira é formado quando a tendência entra em um breve período de consolidação, e pode ser tanto de alta quanto de baixa. Depois de um pico ou queda súbita e quase vertical (o chamado “mastro da bandeira”), o preço começa a oscilar e refaz seu movimento anterior dentro de uma amplitude estreita, se assemelhando a um retângulo ligeiramente inclinado. Depois de um curto período, o preço rompe uma das linhas e continua se movendo na direção anterior, ganhando impulso rapidamente.

1139-flags.png

Flâmula

O padrão Flâmula (pennant) é semelhante ao padrão Bandeira ou ao Triângulo simétrico, pois também é um padrão de continuação, porém muito diferente de ambos. Da mesma forma que o padrão Bandeira, ele também ocorre quando o preço entra em um período de consolidação, após um movimento repentino em uma direção (mastro da bandeira). No entanto, o corpo da Flâmula é formado por duas linhas convergentes, não paralelas, fazendo com que se pareça com um triângulo simétrico. Todavia, o padrão Triângulo não é precedido por um “mastro de bandeira”, pois se manifesta em mercados instáveis. A Flâmula, por outro lado, ocorre durante uma tendência forte. Após as linhas convergirem, o preço rompe e, na maioria das vezes, continua se movendo na direção da tendência principal.

1139-pennants.png

Topo duplo

O Topo duplo (double top) é um padrão de baixa que ocorre antes de uma reversão descendente intermediária ou de longo prazo. O Topo duplo consiste em duas altas e uma baixa, e lembra, de certa forma, a letra “M”. Ele começa quando o preço recua após um aumento constante, devido à resistência dos ursos. Mais tarde, ele retoma o movimento, mas quando atinge o nível da alta anterior, sofre uma nova queda. Assim que ele cruza o “decote” (neckline), o padrão é considerado confirmado e a tendência se reverte de altista para baixista.

Fundo duplo

O Fundo duplo (double bottom) é o oposto do Topo duplo, pois ocorre após uma tendência de baixa e geralmente sinaliza a reversão para uma tendência de alta. O Fundo duplo se parece com um “W” e é formado quando o preço sobe ligeiramente após um declínio prolongado, e depois volta para baixo, mas quica da linha de suporte e começa a subir, rompendo o decote. Este padrão geralmente é usado pelos traders para identificar as melhores oportunidades para abrir posições altistas de longo prazo.

Fundo triplo

O Fundo triplo (triple bottom) é um padrão de reversão de alta que ocorre após um período prolongado de tendência de baixa. Ele consiste em três baixas consecutivas, porém espaçadas, cada uma localizada exata ou aproximadamente no mesmo nível de preço. O Fundo triplo sinaliza que, apesar dos esforços dos compradores, os vendedores não estão dispostos a desistir de suas posições facilmente. No entanto, após a terceira baixa, eles geralmente se rendem aos compradores e deixam o preço começar seu movimento ascendente, após romper o decote. Este padrão é um dos mais raros, mas também um dos mais fortes e confiáveis, então, se você conseguir identificá-lo em um gráfico, certifique-se de aproveitar ao máximo.

1139-bottoms.png

Cunha

O padrão Cunha (wedge) ocorre quando o preço começa a se mover entre duas linhas de tendência convergentes, formando uma amplitude que se estreita continuamente. Este padrão pode ser altista ou baixista, dependendo da variação do próprio padrão.

  • Uma Cunha descendente é considerada um padrão de alta, podendo ocorrer tanto após uma tendência de baixa ou uma tendência de alta e servir como um sinal de reversão ou continuação. Esta cunha é mais larga no topo e se estreita à medida que o preço se move para baixo. Quando a pressão dos vendedores diminui, os compradores têm a chance de desacelerar a queda do preço, levando-o a romper a linha de resistência e continuando com a tendência de alta.
  • A Cunha ascendente é o oposto da Cunha descendente. Ela é geralmente um padrão baixista que pode sinalizar a continuação ou reversão da tendência, dependendo de como o mercado se comportou antes de o padrão ocorrer. Ela consiste em duas linhas de tendência convergentes, com o preço se movendo para cima dentro do período de consolidação. Os compradores acabam enfraquecendo, de modo que os vendedores conseguem romper a linha de suporte, marcando uma nova tendência de baixa (ou dando continuidade à anterior).

1139-wedges.png

Cabeça e Ombros

O padrão Cabeça e Ombros (head and shoulders) geralmente ocorre no final de uma tendência de alta e precede uma reversão para uma tendência de baixa. Ele consiste em três oscilações (swings), sendo as duas externas menores que a do meio e situadas aproximadamente no mesmo nível. A última oscilação para baixo tende a romper o decote (linha que conecta as partes inferiores do padrão), fornecendo um sinal para os traders venderem as suas ações.

1139-h-and-sh.png

Cabeça e Ombros invertido

Este padrão é o oposto do anterior. Ele se forma dentro de uma tendência de baixa e sinaliza a reversão para uma tendência de alta. Um Cabeça e Ombros invertido possui três vales, sendo o do meio o mais baixo de todos. Este padrão é operado de forma semelhante ao Cabeça e Ombros, mas precede a tendência de alta, então os traders precisam comprar ações assim que o preço rompe o decote.

Xícara e Alça

O padrão Xícara e Alça (cup and handle) é um padrão de alta. Ele geralmente ocorre dentro de uma tendência de alta e é usado pelos operadores para encontrar oportunidades de entrarem comprados (long). Este padrão se parece com um “U” seguido por um ligeiro declínio, se assemelhando à alça de uma xícara. A alça se parece com o padrão Bandeira ou Flâmula, mas o preço logo rompe a linha de resistência e a tendência de alta rapidamente ganha impulso outra vez.

1139-cup.png

Gaps

Os Gaps (lacunas) são espaços em branco em um gráfico, ocorrendo em mercados voláteis. Eles aparecem quando o mercado está passando por um nível excepcional de interesse, seja de compra ou de venda. Esse interesse faz com que as ações sejam negociadas mesmo quando o mercado está fechado, durante a noite. Como resultado, o preço de abertura da ação no dia seguinte é muito diferente do seu preço de fechamento do dia anterior. Os traders tendem a lucrar com os gaps comprando ações, na espera da ocorrência de um gap no dia seguinte, ou vendendo suas ações a descoberto (short) após a ocorrência do gap.

1139-gap.png

Bump and Run

O Bump and Run (algo como “bater e correr”) é um padrão de reversão raro que pode ocorrer tanto em mercados de alta quanto de baixa. Ele surge quando o preço faz uma curva acentuada e sai da linha de tendência em direção à tendência principal, e depois refaz o movimento e finalmente rompe a linha de tendência anterior, desencadeando uma nova tendência. Esta formação é normalmente visível em tempos gráficos (timeframes) maiores, mas também pode aparecer em gráficos intradiários.

1139-bump-and-run.png

Canal de preços

O Canal de preços (price channel) é um padrão bilateral e pode ocorrer tanto em uma tendência de alta quanto em uma tendência de baixa. Ele se forma quando o preço começa a oscilar dentro de uma amplitude limitada. As oscilações quicam entre as linhas de resistência e suporte, que são paralelas entre si. O preço pode se mover para cima, para baixo ou para os lados.

1139-channel.png

Como identificar padrões gráficos?

Uma das maneiras mais comuns de identificar padrões no gráfico de ações é desenhando uma linha de tendência e observando se o preço está divergindo de sua direção. Se você vir o preço oscilando dentro de uma amplitude limitada, é uma boa ideia traçar linhas através das altas e baixas, ajudando-o a visualizar a formação de um padrão de forma mais clara. Pode parecer difícil no início, mas depois de praticar, você será capaz de reconhecer melhor os padrões do gráfico de ações. Sua plataforma de negociação também pode oferecer vários rastreadores de padrões, ajudando-o a detectar rapidamente novas oportunidades de trading.

Conclusão

Os padrões gráficos de ações têm sido usados pelos traders há muitas décadas. Se reconhecidos corretamente, eles podem confirmar o início de uma tendência diferente e ajudar os operadores a identificar novas oportunidades de negociação. Os 15 padrões gráficos de ações listados acima irão melhorar sua compreensão de como o mercado funciona, além de permitir que você preveja com precisão reversões de tendência e mudanças na direção do preço.

  • 2156

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera