1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. 8 indicadores mais comuns para scalping
2023-05-18 • Atualizado

8 indicadores mais comuns para scalping

cover.jpg

Tantos fatores afetam os mercados financeiros que muitas vezes é impossível prever corretamente para onde os preços se moverão em seguida. Muitos traders perdem seu dinheiro suado por causa das oscilações inesperadas dos preços. Alguns mudam para tempos gráficos menores e recorrem ao scalp trading para reduzir o risco de exposição a flutuações de preços significativas.

Neste artigo, você aprenderá o que é o scalping, quais indicadores os scalpers usam e como aplicar esses indicadores em uma estratégia de trading de scalping.

O que é scalping?

O scalping é uma estratégia de day trading de curtíssimo prazo que consiste em lucrar com as variações minúsculas nos preços. Os operadores que usam esta estratégia são chamados de scalpers, e seu principal objetivo é ganhar dinheiro através de um grande número de pequenas operações vencedoras, em vez de depender de poucas que são maiores e mais duradouras. Cada trade dura de alguns segundos a uma hora, e o número de operações que o scalper faz em um dia pode variar de 10 a algumas centenas, dependendo se o scalper opera manualmente ou se usa algum software de negociação automatizada.

O principal fator que atrai os traders para esta estratégia é que, com ela, é muito mais fácil capturar e lucrar com os pequenos movimentos de preços do que com os maiores. Pequenas mudanças de preço ocorrem com mais frequência e, como cada posição dura apenas um curto período, há um risco significativamente menor de encontrar eventos adversos que possam levar a movimentos de preços indesejáveis.

Como funciona o scalping?

Mesmo que o scalping seja considerado menos arriscado do que estratégias de trading mais duradouras, ele só funciona bem se o trader tiver um plano de negociação sólido e uma disciplina rigorosa, por isso ele é mais adequado para traders experientes.

Antes de entrar em uma posição, os scalpers devem determinar um ponto de entrada, uma meta de lucro e um nível de lucro e prejuízo. Feito isso, é essencial se ater a esse plano. Se o preço atinge o nível de lucro, os scalpers sempre saem da posição, mesmo que haja uma chance de o preço subir ainda mais. Da mesma forma, se o preço atinge o nível de lucro e prejuízo, eles saem do trade sem esperar que o preço se recupere. Isso reduz o risco de exposição a movimentos inesperados e indesejáveis do mercado e torna o scalping menos arriscado do que outras estratégias de negociação.

Para planejar um trade bem-sucedido, os scalpers precisam compreender para onde o mercado provavelmente irá se mover em seguida. Por isso, eles implementam muitos indicadores de análise técnica, estudam gráficos de preços de curto prazo (1–5 minutos), interpretam a psicologia dos traders e entendem quais podem ser seus próximos movimentos dependendo das condições atuais do mercado.

Vantagens e desvantagens do scalping

Assim como qualquer outro estilo de negociação, o scalping tem uma lista de vantagens e desvantagens que o tornam atraente para os traders utilizarem ou que os impedem de adotá-lo.

As vantagens do scalping incluem:

  • Risco baixo. Os scalpers lucram com pequenos movimentos de preços que acontecem em um horizonte pequeno. Mesmo que o preço se mova contra o operador, ele não tem tempo suficiente para se mover para fora do nível de lucro e prejuízo predeterminado, colocando um limite em quaisquer perdas que o scalper possa sofrer.
  • Rentabilidade potencial. Se os scalpers seguirem os seus planos de negociação detalhados e operarem um grande volume de um ativo de uma só vez, eles podem lucrar bastante ao final do dia.
  • Não precisa seguir os fundamentos. O trading fundamentalista inclui acompanhar as notícias, eventos e relatórios de estatísticas econômicas que afetam o valor de um ativo, para determinar o melhor momento para comprá-lo ou vendê-lo. No entanto, visto que os scalpers lucram com pequenas flutuações de preços, eles não precisam seguir os fundamentos, já que estes não afetam prazos curtos.
  • Funciona para ambas as direções. Com o scalping, é possível operar em mercados de alta (bull market) e de baixa (bear market), então os scalpers têm mais oportunidades de lucrar com as mudanças de preços.
  • Pode ser automatizado. O scalping exige operar com precisão e no tempo certo (“timing certeiro”), já que até mesmo um atraso de um segundo pode afetar o destino do seu trade. Felizmente, é possível usar softwares de negociação automatizada para enviar ordens assim que o preço atingir um dos alvos, tirando o máximo proveito de cada posição.

Dito isto, existem certas desvantagens que os traders precisam considerar antes de decidir integrar esta estratégia às suas operações.

  • Requer muita experiência e tempo. Mesmo que o scalping possa parecer fácil, ele ainda é uma estratégia de negociação avançada que requer uma boa compreensão do mercado e como ele se move. Um iniciante pode achar difícil aderir a um plano de negociação rigoroso e acompanhar várias posições durante horas todos os dias. Traders experientes, por outro lado, possuem mais disciplina, mais experiência e recursos para acompanhar o movimento do mercado que está sempre mudando.
  • Custos de transação. Assim como outros operadores, os scalpers precisam pagar uma comissão ou um spread por cada operação que executam. Considerando que os scalpers abrem muito mais posições do que outros traders, os custos podem acumular e consumir o lucro obtido com esses trades.
  • Falhas técnicas. Como já mencionamos, um atraso de até mesmo um segundo pode afetar o resultado de uma operação. No entanto, nem todos os atrasos são culpa dos operadores. Uma má conexão com a internet, problemas da plataforma, etc., podem causar derrapagens (slippages) e atrasos na execução, transformando um trade promissor em um fracasso. Isso pode ser amenizado usando softwares de negociação automatizada e VPS, mas os traders que não possuem acesso a essas ferramentas devem tomar cuidado com o scalping.

Oito indicadores mais utilizados no scalping

Embora os scalpers não precisem saber a direção da tendência do mercado no longo prazo, eles precisam compreender para onde o preço está mais propenso a se mover para tomar decisões sensatas. E é aí que os indicadores de análise técnica se tornam bastante úteis, pois os scalpers podem utilizá-los para prever os movimentos de preços. E agora, vejamos os oito indicadores mais utilizados no scalping.

1. Indicador SMA

O indicador Média Móvel Simples (do inglês Simple Moving Average, ou SMA) é uma das ferramentas básicas que os scalpers usam para identificar a tendência e construir uma estratégia de negociação. Ele fornece informações sobre o preço médio de um determinado ativo da seguinte forma: soma-se uma faixa de preços de fechamento e então divide-se esta soma pelo número de períodos dentro dessa faixa. Isso ajuda os scalpers a entender se o preço de um ativo está subindo ou descendo e se a tendência atual pode se reverter.

1.png

2. Média Móvel Exponencial (EMA)

A EMA (do inglês Exponential Moving Average) é outro indicador que utiliza médias móveis. Da mesma forma que o indicador SMA, ele analisa o preço de um ativo. No entanto, o indicador EMA concentra-se no preço mais recente e pode fornecer aos scalpers informações mais detalhadas. Os scalpers utilizam a EMA para determinar a tendência atual e identificar potenciais pontos de entrada. Se o preço cruzar acima ou abaixo da EMA, isso pode sinalizar potenciais oportunidades de compra ou de venda.

2.png

3. Indicador MACD

O próximo indicador da lista é a Média Móvel Convergente e Divergente (MACD). Ele é um indicador de acompanhamento de tendências que mostra a relação entre duas médias móveis. O movimento subsequente de duas linhas, quando elas se sobrepõem, convergem ou divergem uma da outra, indica o impulso atual, dando aos traders sinais de compra ou venda. Os scalpers utilizam este indicador para encontrar possíveis pontos de entrada ou de saída e identificar alterações na tendência.

3.png

4. SAR Parabólico

O SAR Parabólico (do inglês Stop and Reversal Parabolic) é um indicador frequentemente usado pelos traders para obter informações detalhadas sobre as tendências da movimentação dos preços (ação de preço ou price action). O SAR Parabólico aparece nos gráficos como uma série de pontos acima ou abaixo do preço. Se os pontos estiverem abaixo do preço, o preço está subindo, e vice-versa. Quando os pontos mudam sua posição, os traders devem ficar atentos a uma possível reversão na tendência. Este indicador é particularmente útil para scalpers, pois pode determinar a dinâmica de curto prazo da movimentação dos preços.

4.png

5. Oscilador Estocástico

O próximo indicador de análise técnica utilizado pelos scalpers é o Oscilador Estocástico. Este é um indicador de impulso (momentum) que compara o preço de fechamento de um ativo com a variação de seus preços ao longo de um período específico. Como resultado, ele consegue identificar as condições de sobrecompra ou sobrevenda no mercado, podendo sinalizar uma potencial reversão da tendência.

5.png

6. Preço médio ponderado pelo volume (VWAP)

O Preço médio ponderado pelo volume (do inglês VWAP) é uma ferramenta de análise técnica que auxilia os operadores a determinar a liquidez de um ativo e a identificar os níveis de suporte e resistência. O VWAP é utilizado para calcular o preço médio de um ativo com base no volume de compra ao longo de um determinado período. Este indicador funciona melhor para operações de curto prazo, sendo usado principalmente no scalping e em outras estratégias intradiárias.

É melhor seguir estratégias de negociação relacionadas a volume por meio de serviços que fornecem dados agregados de volume. Assim, a figura abaixo mostra o indicador VWAP no site Trading View.

6.png

7. Bandas de Bollinger

As Bandas de Bollinger são um indicador de scalping que consiste em três linhas: uma média móvel (a linha do meio) e dois desvios-padrão (as barras superior e inferior). Este indicador pode ajudar os traders a determinar os níveis de sobrecompra e sobrevenda e também identificar tendências e potenciais reversões. Porém, os scalpers o utilizam principalmente para encontrar pontos de entrada e para medir a volatilidade. Quando o preço atinge a banda superior ou inferior, isso pode sinalizar uma potencial reversão ou a continuação da tendência.

7.png

8. Índice de Força Relativa (RSI)

O Índice de Força Relativa (RSI) é um indicador oscilador que determina a força da movimentação dos preços, medindo as variações de preço e a velocidade com que ocorrem. Os scalpers utilizam este indicador para identificar potenciais níveis de sobrecompra e sobrevenda, podendo sinalizar uma possível reversão da tendência.

8.png

Melhores estratégias de negociação para scalping

Para dominar o scalping, você precisa desenvolver uma estratégia de negociação confiável que irá ajudá-lo a ter os maiores lucros em todas as suas operações. Aqui estão três estratégias de negociação de scalping usadas por scalpers em todo o mundo:

Estratégia da Média Móvel Ribbon

Esta estratégia de scalping consiste em utilizar várias EMAs com intervalos diferentes. Por exemplo, os scalpers geralmente usam EMA 10, EMA 20, EMA 50 e EMA 100. As EMAs são então plotadas em paralelo no gráfico numa formação muito semelhante ao de um laço ou fita (daí o nome em inglês “ribbon”). Este laço pode ser usado para identificar a direção e o impulso da tendência. Um laço "suave" indica uma tendência forte, o que significa que os scalpers podem abrir uma posição de compra ou de venda.

O Stop Loss (Perda Máxima) deve ser colocado logo abaixo da última mínima de oscilação (para um trade de compra) ou acima máxima de oscilação anterior (para um trade de venda). Quando o preço toca a EMA 200 novamente, é hora de fechar a posição e realizar o lucro.

9.png

Estratégia das Bandas de Bollinger

Esta estratégia implica usar o indicador Bandas de Bollinger. Como já sabemos, o indicador é composto por três linhas: dois desvios-padrão e uma SMA entre eles. Se o preço cruza uma das bandas externas, isso sinaliza que há uma potencial reversão ou uma continuação da tendência a seguir.

O Stop Loss (Perda Máxima) deve ser colocado logo abaixo da última mínima de oscilação (para um trade de compra) ou acima máxima de oscilação anterior (para um trade de venda). Os scalpers podem entrar em uma posição assim que o preço cruzar uma das bandas externas e sair quando ele voltar à SMA.

10.png

Estratégia do MACD com a EMA

Nesta estratégia, os scalpers utilizam os indicadores MACD e EMA (por exemplo, EMA 200) para determinar a direção e o impulso da tendência. Se a linha MACD subir acima do nível zero enquanto a EMA estiver abaixo do preço, isso pode ser um sinal de compra. Em contrapartida, se a linha MACD cair abaixo do nível zero com a EMA acima do preço, os scalpers devem se preparar para abrir uma posição de venda. Quando o MACD se desloca para abaixo da linha de sinal, é hora de sair da posição.

11.png

Conclusão

O scalping exige muita paciência, disciplina e tempo do operador. Se você pretende iniciar no scalping, deve ser capaz de tomar decisões rápidas e saber administrar vários indicadores. Com a estratégia e a mentalidade certas, você pode se tornar um scalper de sucesso e obter lucros significativos com os ativos mais líquidos.

  • 4132

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera