1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. Cinco assuntos do mercado Forex para acompanhar em 2023
2023-06-15 • Atualizado

Cinco assuntos do mercado Forex para acompanhar em 2023

cover (1).pngOs últimos anos viraram o mundo de cabeça para baixo. Pandemia de covid-19, Brexit, convulsão social, mudanças de governo em grandes potências, novas sanções, guerra na Ucrânia e conflito China-Taiwan deixaram seus impactos na economia global. No cenário imprevisível em que nos encontramos, é essencial estar ciente dos principais temas que podem afetar a macroeconomia, inclusive a sua negociação Forex em 2023.

O dilema do Fed

Como autoridades monetárias, os bancos centrais regulam e supervisionam o sistema bancário de seus países. Essas instituições também são conhecidas como “credores de última instância” porque providenciam recursos suficientes para os bancos comerciais em caso de crises e impedem uma escassez de oferta, assim mantendo a estabilidade do sistema bancário. Os bancos centrais são responsáveis por vários aspectos da economia de seus países: da emissão do dinheiro ao controle da estabilidade da moeda, da inflação e dos níveis de emprego.

No começo de março de 2023, Jerome Powell, presidente do Fed, afirmou que os juros ficariam acima do esperado. Powell disse que o pico da taxa de juros iria durar por um tempo considerável. O mercado, porém, duvida dessa informação. Os investidores sabem que muitos bancos americanos provavelmente fecharão as portas se os juros continuarem subindo. Isso poderia acabar com todo o sistema financeiro, o que é impensável.

O mercado acredita que o pico da taxa vai ser de 4,85%, em vez dos 5% previstos há um mês. Na sequência, há uma grande chance de que a taxa caia para 2,7% até 2025. Além disso, se o Fed conseguir lidar com a inflação e baixar a taxa de juros, o revés econômico vai acabar, o que teria influência favorável sobre ativos de risco. Recomendamos que você acompanhe a questão, pois ela provavelmente vai afetar o mercado em 2024.

Movimentos coordenados dos bancos centrais

Quando os juros sobem, o custo do crédito também sobe. A oferta monetária recua e os problemas que aparecem podem causar uma crise duradoura. Para evitar isso, os bancos centrais tentam injetar liquidez.

No dia 19 de março de 2023, o Fed, o BCE e os bancos centrais canadense, inglês, japonês e suíço anunciaram medidas coordenadas para ampliar a oferta de dólares americanos por meio de linhas de swaps de liquidez. “Os seis gigantes” decidiram aumentar para diária a frequência das operações de vencimento de sete dias. Para o governo dos EUA, essas linhas de swap vão ajudar a estabilizar o sistema bancário e manter a oferta dos bancos comerciais.

Os bancos centrais buscam dar sustento ao sistema financeiro global e à liquidez do dólar. No entanto, a questão da liquidez e o aumento da oferta monetária vai inevitavelmente aumentar a inflação nos países ocidentais, então é provável que aconteçam novos choques em suas economias. Não resta dúvida de que você, como trader de Forex, deve monitorar essa situação.

Inflação

Todo mundo sabe que a inflação tem impacto negativo no valor da moeda e diminui a confiança na economia do país. Com a alta no custo de bens e serviços, o mercado nacional perde atratividade. Isso, por sua vez, cria vários problemas ligados às exportações e à demanda reduzida pela moeda nacional.

Atualmente, a inflação nos EUA está bem acima da meta de 2% do Fed, que agora tenta lidar com essa inflação e busca, ao longo do ano, rebaixá-la do ponto inicial de 6,41% observado em janeiro. Em maio de 2023, a intenção do Fed foi decidir sua política com base em dados recentes, de modo a planejar todas as medidas razoáveis para diminuir a inflação.

Daqui em diante, como trader, você deve acompanhar de perto a posição do dólar americano e observar se existem quaisquer condições para uma desvalorização significativa. Também é importante considerar que os problemas da inflação acontecem não só pelo excesso de dinheiro em circulação, mas também pelas variações do preço do petróleo. A alta do petróleo inevitavelmente causa a alta do índice PPI, que é um indicador fundamental da inflação ao produtor. No começo de abril de 2023, por exemplo, a OPEP+ pegou todos de surpresa ao anunciar uma redução de um milhão de barris por dia na produção de petróleo, fazendo o preço deste subir. É essencial que os traders e investidores fiquem a par das tensões globais em torno do petróleo.2 (1) (1).png

Geopolítica

Acontecimentos geopolíticos sempre afetam drasticamente não só o mercado Forex, mas também a humanidade como um todo. Acontecimentos de ordem geopolítica como desastres naturais, conflitos internacionais, ataques terroristas e epidemias comprometem a estabilidade dos países afetados e suas moedas. Assim, o trader de Forex deve estar sempre atento.

Em abril de 2023 houve o agravamento do já duradouro conflito China-Taiwan. É um confronto que tira o sono de boa parte do mundo, pois muitos países dependem das interações econômicas com China e Taiwan. Este último país, por exemplo, é o maior importador de chips semicondutores das empresas americanas do setor tecnológico. A Austrália, por sua vez, vem sendo alvo de certas restrições impostas pelo governo chinês, o que tem diminuído as exportações australianas para a China e as importações chinesas. O Japão teme perder parte de sua rota comercial que atravessa o Mar do Sul da China. Não temos certeza do futuro do conflito China-Taiwan, mas de todo modo os traders devem ficar de olho na situação em 2023 e nos próximos anos.

A guerra na Ucrânia tem sido o acontecimento mais inquietador desde fevereiro de 2022, tendo feito um ano difícil que atingiu boa parte do mundo, inclusive a economia global. A guerra continua em andamento e segue impactando o mercado.

É também essencial observar as relações Rússia-OTAN e EUA e Europa-China em 2023.

Variação do preço do ouro

Em um ambiente econômico instável, é indispensável encontrar um refúgio de investimento. O ouro se tornou uma opção de investimento sensata em 2023, graças à enorme credibilidade e à confiabilidade que perdura há mais de um século, sem uma quebra sequer. Quem tem ouro trabalha com a certeza de que é impossível ampliar as reservas do recurso a curto prazo em virtude da inflação. O ouro é historicamente um ativo de refúgio, e isso é corroborado pelo atual cenário econômico.

No começo de 2023, o XAUUSD subiu 25%. O temor da recessão e a ameaça da inflação levaram os investidores a comprar ouro, causando sua valorização. A cotação também subiu devido à fraqueza do dólar americano.

Analistas e atores do mercado projetam a subida do preço desse metal a longo prazo. De acordo com Charlie Morris, fundador e diretor de investimentos da ByteTree Asset Management, o enfraquecimento do dólar americano e o fortalecimento do risco da dívida pública indicam o potencial do ouro de “crescimento amplo e firme”.

Moral da história

O mercado Forex depende de várias circunstâncias e, consequentemente, os traders devem estar a par de todas as novidades com impacto potencial em suas carreiras de negociação. Este texto destacou cinco assuntos que consideramos importantes e atuais. Todavia, há vários outros fatores que merecem atenção. Os nossos guias e recomendações vão ajudar você. Nos acompanhe no Telegram e no Instagram e faça história no trading com a FBS!

  • 772

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera