1. FBS corretora >
  2. Blog da FBS >
  3. Os oito inimigos: conheça os vilões mais abomináveis das finanças
2023-05-29 • Atualizado

Os oito inimigos: conheça os vilões mais abomináveis das finanças

cover.png

Então, este é o mundo das finanças. Um lugar onde se ganha dinheiro. Muito dinheiro. Este é o grande mundo das finanças; um mundo que gerou alguns gênios. Infelizmente, nem todos os prodígios do mundo financeiro usam seus talentos para ganhar dinheiro com boas intenções.

Figuras como Bernie Madoff, Joseph Nacchio, Michael de Guzman, Elizabeth Holmes ou o próprio Lobo de Wall Street, Jordan Belfort, usaram seus conhecimentos, habilidades, contatos ou o que quer que fosse para ganhar muito dinheiro ao — sendo bem direto — enganar as pessoas.

Diz um certo ditado do inglês que o mundo é o seu palco. Mas para os vilões das finanças, o mundo é o palco deles.

1170-pic-03.png

O mundo inteiro é um esquema

Um esquema financeiro, ou golpe financeiro, é um ato de má-fé pelo qual um fraudador se apodera do dinheiro da vítima. É importante enfatizar que a vítima dá seu dinheiro voluntariamente. É natural se perguntar: “por quê?” Porque é isso que os fraudadores fazem de melhor: eles convencem as pessoas.

Os golpistas inventam esquemas que parecem legítimos e prometem lucros altos e rápidos. Eles fazem ofertas difíceis de resistir, pelo menos para aqueles que acabam perdendo seu dinheiro eventualmente.

As fraudes podem ser difíceis de identificar. No entanto, à medida que você analisa esses esquemas, você começa a ver algumas características comuns que podem ajudá-lo a fazer uma verificação pessoal. Veja no que você deve prestar atenção:

  • Garantias de altos retornos em pouco tempo.
  • Convites para ingressar em um grupo exclusivo ou de elite de investidores.
  • Afirmações de que a oferta vem de alguém que tem “informações privilegiadas“.
  • Alegações de que algum tipo de tecnologia está prestes a mudar as coisas.
  • Aquela sensação de que uma oferta é boa demais para ser verdade.

Isso é só para citar alguns detalhes. Na hora, pode aparecer mais características, mas, eventualmente, elas serão resumidas por esse simples conjunto de mentiras. O ponto principal é que o fraudador usa algumas dessas mentiras para driblar a sua

consciência e fazer você investir em um "empreendimento promissor".

As pessoas caem em golpes financeiros há séculos. Um dos primeiros exemplos de fraude no mundo das ações aconteceu no século XVIII. Basta pesquisar no Google sobre a “bolha do Mar do Sul”. Essa bolha foi um dos casos mais famosos do que hoje é conhecido como esquema pump-and-dump (inflar e largar).

O golpista primeiro aumenta o preço das ações fornecendo informações falsas sobre a empresa e, então, quando o preço fica alto o suficiente, ele vende as ações supervalorizadas no mercado. Como resultado, você perde seu dinheiro porque as ações realmente não irão valer nada ao fim do processo.

Você pode ver como isso funciona em O Primeiro Milhão (Boiler Room), drama policial do final dos anos noventa. Ou você pode conferir a história de Jordan Belfort, para um exemplo da vida real. A história em filme também foi baseada nele. No entanto, o esquema do tipo pump-and-dump não é, obviamente, a única maneira de tirar o seu dinheiro. Na verdade, existem muitas delas, incluindo algumas das mais frequentes:

  • Fraudes com notas promissórias.
  • Fraudes em grupos de afinidade.
  • Golpes de investimento binário.
  • Fraudes com taxas de adiantamento.
  • Diversos tipos de fraude pela internet.
  • Palestras de investimento.

Sim, algumas destas opções também são consideradas fraudes. Mas o esquema mais popular é, claro, a pirâmide.

As pirâmides são geniais na sua simplicidade. Ela recruta um número cada vez maior de investidores, cada novo investidor recrutando novas pessoas para o empreendimento. Esses novos clientes procuram outros investidores para recrutar e assim por diante.

Pirâmides podem crescer por anos e até décadas, mas causam danos terríveis quando caem. E já era hora de passar a lista das pirâmides mais conhecidas, mas é aqui que surge a polêmica. A maioria dos empreendimentos de pirâmide é oficialmente apresentada como marketing multinível, que é uma estratégia empresarial legítima. O que dá o status de pirâmide é uma decisão judicial.

Portanto, mesmo com tantas empresas consideradas pelo público como pirâmides, por uma questão de boas maneiras, não classificaremos como fraude nenhuma dessas empresas de marketing multinível.

No entanto, o que é realmente uma fraude é um esquema que se parece muito com uma pirâmide — o esquema Ponzi. Com o nome de Charles Ponzi, um fraudador da década de 1920, esse esquema recruta novos investidores prometendo altos retornos. Com esse esquema, os primeiros investidores são pagos com o dinheiro dos próximos investidores. O golpe perdura até que a maioria dos investidores opte por exigir retornos. Quando isso acontece, o esquema Ponzi se desintegra.

O mundo das finanças já teve várias histórias de fraudes para ganhar dinheiro. Neste post, você aprenderá sobre as oito maiores fraudes do mundo no mercado de ações e os mentores por trás delas.

Os 8 principais golpes e escândalos do mercado financeiro

1170-pers-1.png

Bernie Madoff

Começaremos com um exemplo clássico de um dos maiores esquemas Ponzi de todos os tempos. 

Bernie Madoff, um financista de Nova York, usou sua reputação para recrutar novos investidores, prometendo para eles retornos constantes de dois dígitos. Enquanto os investidores pensavam que estavam comprando ações, na verdade, Madoff depositava o dinheiro deles em sua conta bancária.    

Ele usou parte desse dinheiro para pagar os valores solicitados, mascarados como os rendimentos prometidos. Tudo funcionou por mais de uma década. Mais uma vez, isso foi possível devido à imagem pública de Madoff como um empresário respeitado e confiável. Afinal, ele era o homem por trás da NASDAQ.

Mas, mais cedo ou mais tarde, tudo se acaba. A fraude de Bernie Madoff foi dissolvida após a infame crise de 2008. Foi quando a maioria dos clientes de Madoff quis resgatar o dinheiro aplicado. E como você sabe, nenhum esquema Ponzi pode sobreviver a isso.

Quando a fraude foi exposta, Madoff enfrentou acusações severas. E o veredicto dizia que ele passaria o resto da vida atrás das grades. Sua sentença foi de 150 anos. Bernard Lawrence Madoff morreu na prisão em 14 de abril de 2021. Infelizmente, não foi a única morte relacionada a esta fraude.

Dois anos após a exposição de Madoff, um de seus filhos e sócios cometeu suicídio, assim como vários de seus investidores.

Quanto Bernie Madoff roubou? Os números oficiais dizem 65 bilhões de dólares, e isso é simplesmente uma loucura. Por quanto tempo o esquema existiu? Essa é uma pergunta difícil. O próprio Madoff testemunhou que iniciou seu esquema no início dos anos 90.

Frank DiPascali, um gerente de contas que trabalhava com Madoff desde 1975, disse que a fraude estava em andamento desde sempre. Os documentos descobertos durante a investigação mostram que Madoff estava realizando o golpe desde o início dos anos 1960. Adicione milhões de relatórios de operações falsos e você terá o maior esquema Ponzi do mundo.

1170-pers-2.png

Jordan Belfort

Você deve conhecer esse nome de “O Lobo de Wall Street”, de Martin Scorsese. No entanto, se você pensou que o filme não passava de ficção, você se enganou. Jordan Belfort é uma pessoa real, e muito do que você viu no filme era verdade.

Belfort recorreu à manipulação de mercado para aplicar seu duradouro golpe, geralmente chamado de esquema pump-and-dump. Ele se juntou a um grupo de corretores ambiciosos para fundar a Stratton Oakmont, Inc. Essa corretora do "mercado de balcão" ganharia, anos depois, uma infame imagem com as prisões de Belfort e de seus vários sócios.

O esquema não era nada de novo — Belfort e seus corretores aumentavam o preço das ações para que mais tarde pudessem vendê-las, fazendo com que o valor dessas ações caísse drasticamente. Centenas de corretores ambiciosos trabalhavam na matilha de lobos de Belfort, ligando para vítimas inocentes e convencendo elas a comprar ações sem valor.

A história termina em 1998 com um prejuízo total de USD 200 milhões. Belfort foi indiciado por fraude de valores mobiliários e lavagem de dinheiro, entrando na lista de crimes de Wall Street.

1170-pers-3.png

Michael de Guzman

Esta é outra fraude abominável transformada em filme. Mas antes de falarmos de um filme com o próprio Matthew McConaughey, vamos falar sobre a história real.

O ano é 1993. Michael de Guzman, funcionário da Bre-X Minerals, afirma que há ouro nas selvas de Bornéu. A partir desse momento, começa uma espécie de corrida do ouro, que envolve a disparada do valor de mercado da Bre-X Minerals para USD 6 bilhões!

Tudo aconteceu entre 1993 e 1996, com Michael de Guzman prontamente produzindo amostras de ouro falsificadas da região de Bornéu.

A fraude de Guzman desmoronou depois que o governo indonésio começou a suspeitar das afirmações. Como resultado, o governo revogou 45% do controle da Bre-X sobre a mina. A Freeport McMoran, uma mineradora americana, fez muitas perfurações, mas sem sucesso — nem um único floco de ouro foi encontrado. Não houve final feliz para a Bre-X, pois seu valor atingiu o fundo do poço antes que alguém percebesse.

Parte do que aconteceu virou um filme de Stephen Gaghan. Com Matthew McConaughey, este drama policial de 2016 conta uma história vagamente baseada no escândalo da Bre-X.

1170-pers-4.png

Joseph Nacchio

Esta história é um dos mais famosos golpes de uso de informações privilegiadas, que resultou em uma perda impressionante de USD 3 bilhões.

O que é insider trading (trading com informações privilegiadas)? De forma simples, é um esquema fraudulento de venda de ações que se sabe que com certeza vão despencar em breve. Para fazer isso, é preciso estar bem ciente da situação do mercado ou dos processos dentro de uma determinada empresa; por isso o uso do termo insider trading.

Joseph Nacchio é um dos maiores traders de ações do mundo. Como CEO da Qwest Communications International, Nacchio persuadiu Wall Street a comprar ações da Qwest, dizendo que a empresa estava prestes a dar um grande salto à frente. Porém, na realidade, Naccio sabia que nada disso era verdade.

Condenado em 19 das 42 acusações de insider trading, Nacchio foi então condenado a seis anos de pena em presídio federal e também foi obrigado a devolver USD 52 milhões que ganhou durante o trading ilegal de ações.

1170-pers-5.png

Nick Leeson

Já sente falta de um filme? O filme desta vez se chama “A Fraude”, e veja só: também é baseado em uma história real. A história de Nicholas William Leeson, um ex-trader de derivativos da Inglaterra.

Com Ewan McGregor no papel principal, neste drama de 1999 o funcionário do Barings Bank da vida real, Nick Leeson, usou a chamada “conta de erro” (ressarcimento de prejuízos ou lançamentos a regularizar) para cobrir suas negociações ruins e de alguns de seus colegas traders. A coisa toda começou quando Leeson teve que cobrir uma série de erros cometidos por seus colegas que eram grandes e assíduos festeiros. A prática acabou levando a uma perda de USD 1,7 milhão.

Como Leeson disse mais tarde, ele só queria manter seu emprego, então usou a conta de erro para esconder um erro muito grande. Além disso, Leeson insistiu que nunca usou esse esquema para ganho pessoal. No entanto, em 1996, foi revelado que várias contas bancárias no valor total de USD 35 milhões estavam ligadas a ele.

Após uma série de erros graves de Leeson em 1995, o Barings Bank perdeu £827 milhões e logo foi declarado insolvente. Leeson tentou escapar da justiça, mas foi preso e extraditado para Cingapura.

Condenado a seis anos e meio, Nick Leeson foi solto em 1999 por bom comportamento e problemas de saúde — ele foi diagnosticado com câncer de cólon. No entanto, Leeson teve a sorte de sobreviver à doença.

Ainda hoje, Nick Leeson está operando. Mas agora ele usa seu próprio dinheiro.

1170-pers-6.png

Sam Bankman-Fried

A história de Sam Bankman-Fried é a mais recente e também a mais repercutida. Como muitos imaginam, o escândalo da FTX pode ter efeitos de longo prazo em todo o mercado de criptomoedas. 

A FTX Trading Ltd. era uma corretora de criptomoedas e fundo para investidores qualificados, fundada por Sam Bankman-Fried e seu sócio Gary Wang em 2019. Em 2021, a empresa estava no auge, com mais de um milhão de usuários, tornando-se a terceira na lista das principais corretoras de criptomoedas.

O problema começou em 2022. Foi revelado que a Alameda Research, outra empresa fundada e administrada por Bankman-Fried, detinha uma posição impressionante de USD 5 bilhões no token nativo da FTX, o FTT. Uma investigação mais aprofundada mostrou que a fundação de investimentos da Alameda também tinha FTT, que, de forma estranha e suspeita, não era uma moeda fiduciária ou qualquer outra criptomoeda. Então, basicamente, a empresa operava como formador de mercado para a FTX, aumentando o valor do FTT por meio de compras em massa.

Essa informação levantou preocupações entre os investidores da FTX, o que levou a pedidos de retirada em massa de um total de USD 6 bilhões. Primeiro, a FTX anunciou uma crise de liquidez. Então, a empresa alegou que USD 477 milhões em FTT foram roubados dela.

Os eventos infelizes resultaram na falência da FTX, na prisão de Sam Bankman-Fried e no medo de todo o mercado de criptomoedas com o que está por vir. Bankman-Fried será julgado no último trimestre de 2023.

1170-pers-7.png

Sergei Mavrodi

A maioria dos golpes financeiros e histórias de fraude vem do Ocidente, a parte mais rica do mundo e lar do capital financeiro. No entanto, a história tem um exemplo vívido de uma grande fraude financeira do país que você menos esperaria: a Rússia.

Após o colapso da União Soviética, o país se viu em turbulência política e econômica. O golpe de Estado de 1991 e os eventos drásticos que se seguiram formaram um cenário sombrio para os efeitos de longo prazo de uma economia neoliberal que desmantelou o que restava do legado socialista.

A realidade feroz da Rússia dos anos 90 gerou muitos fraudadores que prometiam dinheiro fácil a pessoas desesperadas. Um dos mais notórios foi Sergei Mavrodi, o homem por trás da maior pirâmide financeira da Europa oriental, a MMM.

A MMM começou em 1989, mas atingiu seu auge no início de 1994, quando Mavrodi lançou seu esquema Ponzi. Com publicidade forte na TV, a MMM atraiu cidadãos russos comuns com promessas de lucros impressionantes. Dizia um dos personagens do comercial da MMM: “não sou um aproveitador, sou um parceiro”. A ideia era que a pessoa investisse na MMM com a promessa de obter um retorno insano de 3.000% ao ano.

Como você pode imaginar, alguns dos sortudos viram o retorno. O problema começou no mesmo ano, quando milhares de investidores da MMM protestaram contra a empresa de Mavrodi. Embora a fraude fosse nítida, na época não havia leis na Federação Russa contra esquemas Ponzi. Portanto, não havia com quem contar.

No entanto, Sergei Mavrodi foi acusado de evasão fiscal. Isso acabou fazendo Mavrodi fugir da Rússia, com a MMM declarando falência em 1997, deixando, como dizem algumas fontes, quase 10 milhões de pessoas de mãos vazias. Segundo consta, cinquenta vítimas da MMM cometeram suicídio.

1170-pers-8.png

Elizabeth Holmes

Você já ouviu falar da Theranos? Se não ouviu, então você definitivamente achará esta história interessante. Já existe até um projeto de filme para retratá-la.

Conheça Elizabeth Holmes, uma mulher jovem e atraente, uma ex-empresária de biotecnologia e uma oficialmente declarada golpista. A contraditória carreira de Holmes como empreendedora começou em 2003, quando, então com 19 anos, ela fundou a Theranos, uma startup inovadora no setor de saúde. A ideia era inovar na realização de exames de sangue com uma máquina completa de exame de sangue recém-criada.

A propósito, chegamos a citar que Holmes abandonou a famosa universidade Stanford para se tornar uma empresária da área da saúde? Bem, ela fez isso. Esse fato afetou a invenção de Holmes? Talvez sim. Ou talvez isso seja apenas um pequeno detalhe em sua trajetória. Enfim, vamos continuar.

Enquanto Holmes construía seu próprio pequeno império, ela estava convencida de que sua ideia se tornaria um divisor de águas. Liz recorreu a conhecidos de sua família para promover seu negócio, conseguir investidores e buscar apoio de nomes de peso nos EUA. A lista de quem a ajudou de várias maneiras inclui figuras como Henry Kissinger, renomado político e diplomata, e Joe Biden, atual presidente dos Estados Unidos.

Mas as coisas poderiam ter corrido melhor em termos de produção. Como foi revelado mais tarde, a Theranos tinha políticas de emprego terríveis, ciência questionável e técnicas comerciais obscuras. Entre os maiores problemas que a Theranos teve estavam demissões injustas, prazos irrealistas para a equipe de produção e até mesmo furto, já que algumas peças da máquina da Theranos foram “emprestadas” de equipamentos médicos da Siemens.

Para resumir a história, a máquina de exame de sangue da Theranos acabou sendo uma inovação fracassada com quase nenhum uso médico. Em 2018, foi anunciado que a empresa encerraria as operações por não conseguir encontrar um comprador. Como você deve imaginar, a mensagem foi uma surpresa desagradável para os investidores da Theranos.

Em 2022, Liz Holmes foi condenada por fraudar investidores e absolvida de fraudar pacientes. Assim, a história da Theranos é um exemplo perfeito e recente de esquema de investimento fraudulento, baseado em uma alegação de inovação tecnológica, que promete aos investidores retornos maciços com nenhum resultado e perdas pesadas.

Conclusão

As estatísticas mostram que aproximadamente 30 milhões de pessoas são vítimas de fraudes financeiras anualmente. Esse número é insano! As histórias que você leu hoje são apenas uma pequena parte do que acontece no mundo financeiro. Existem muitos golpistas por aí que querem ajudá-lo a se livrar do seu dinheiro. E se você precisa de um conselho para manter seu dinheiro fora de perigo, aqui vai uma orientação: não caia em promessas de dinheiro fácil, porque quando você entra nisso, coisas ruins começam a acontecer.

Ao procurar opções de investimento, busque empresas de corretagem respeitáveis, com anos de experiência, condições claras e reputação sólida. A FBS é uma empresa assim, que oferece meios para negociação, inclusive software atualizado, formação gratuita e condições favoráveis.

  • 1305

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera