É possível evitar uma recessão?

É possível evitar uma recessão?

2022-06-24 • Atualizado

Nas últimas duas semanas, aumentaram os sinais de uma possível desaceleração na economia global. A pandemia continua prejudicando a atividade econômica na China, a guerra na Ucrânia segue impactando a economia europeia inteira, e os esforços do Federal Reserve para controlar a inflação ameaçam provocar uma recessão.

As vendas no varejo na China, principal medida do ritmo de consumo, tiveram 11,1% de queda (ano a ano), contra os 6,6% previstos. A produção industrial, que sustentou a rápida retomada econômica do país após o choque inicial da covid-19, teve 2,9% de queda.

Na Europa, a Comissão Europeia projeta para este ano um crescimento de apenas 2,7% da UE e da zona do euro, bem abaixo dos 4% previstos anteriormente. Dado que a inflação deve passar dos 6% neste ano, a presidente do BCE, Christine Lagarde, sinalizou apoio a uma alta dos juros em julho, abrindo caminho para o primeiro aumento de taxa na zona do euro em mais de dez anos. 

Nos EUA, a inflação anual segue no mais alto patamar em 40 anos e há um risco considerável de recessão. Nesta semana, o ex-diretor do Goldman Sachs alertou para o “risco muito, muito alto” de uma recessão. Segundo o Wells Fargo, não há dúvida de que um revés se aproxima no horizonte. O ex-diretor do Fed alertou que os EUA devem entrar em um cenário de estagflação, economia em desaceleração e desemprego alto, bem como alta da inflação. A chance de uma recessão no momento gira em torno de 30%, conforme uma pesquisa feita pela Moody's e uma enquete feita pelo Wall Street Journal.

O que pode causar uma recessão?

A principal preocupação é se o Fed vai aumentar os juros rápido demais, acabando com o crescimento econômico. Juros em alta contêm a inflação ao dificultar o acesso ao crédito, encarecendo a aquisição de bens e serviços pelos consumidores e a expansão e contratação das empresas. 

Se o Fed errar, uma alta brusca pode interromper o crescimento e causar uma recessão. Com o banco central americano agindo agressivamente para domar a inflação, não resta dúvida de que uma contração se aproxima, ainda que ela não evolua para uma recessão.

É possível evitar uma recessão?

O cenário não é totalmente pessimista. Alguns indicadores econômicos mostram que a retomada segue no caminho certo e que a economia dos EUA continua firme:

1. A produção industrial nos EUA teve em abril seu quarto mês seguido de alta, atingindo uma máxima de 15 anos.

2. O consumo nos EUA — que responde por dois terços da atividade econômica — permanece forte, com as vendas no varejo mostrando bom crescimento em abril.

3. O mercado de trabalho também continua forte, com 428.000 empregos criados em abril — este foi o segundo resultado mensal consecutivo a superar as previsões. Se esse ritmo for mantido, os EUA vão alcançar o pleno emprego até julho.

No fim das contas, apesar do crescente temor de uma recessão ou tendência de queda, as condições ainda são favoráveis. Por exemplo: ainda não vimos demissões em massa, um sinal de recessão. O consumo — que responde por cerca de 70% da atividade econômica americana — vem se mantendo de pé. Se o consumo desacelerar repentinamente, o impacto será imediato e negativo: os lucros das empresas vão cair e os empregadores vão começar a demitir funcionários para conservar suas margens. No caso do dólar americano, os indícios de uma iminente recessão vão fazer mal à cotação, ao passo que boas notícias econômicas vindas dos EUA vão fazê-la subir.

Semelhante

O EURUSD se estabiliza em de meados de 1.0200
O EURUSD se estabiliza em de meados de 1.0200

Com um calendário econômico vazio na Europa e nos EUA, investidores estarão atentos aos movimentos de bloqueio na China, que trás preocupações sobre a cadeia de suprimentos

 IPP da Alemanha é a estrela do dia
IPP da Alemanha é a estrela do dia

Casos crescentes de coronavírus na China e novas apostas de um FED mais agressivo, pode causar uma aversão ao risco e impulsionar os ativos de porto seguro, onde o dólar é um deles

Últimas notícias

Touros do Aussie lutam para ampliar o salto
Touros do Aussie lutam para ampliar o salto

O sentimento mais tranquilo do mercado por conta do Dia de Ação de Graças ajudou aos compradores de AUD, a se estabelecerem novamente acima da zona psicológica de 0.6700

Deposite com sistemas de pagamento locais

Sinta o espírito de equipe

Aviso de coleta de dados

A FBS mantém registros de seus dados para operar este site. Ao pressionar o botão “Aceitar“, você concorda com nossa Política de Privacidade.

Ligue de volta

Um gerente ligará para você em breve.

Alterar número

Seu pedido foi aceito

Um gerente ligará para você em breve.

O próximo pedido de chamada para este número de telefone
estará disponível em

Se você tiver um problema urgente, por favor, fale conosco pelo
Chat ao vivo

Erro interno. Por favor, tente novamente mais tarde

Não perca seu tempo. Acompanhe o impacto das NFP no dólar dos EUA e ganhe dinheiro!

Livro de Forex para Iniciantes

O livro de câmbio para iniciantes vai guiar você pelo mundo do trading.

Livro de Forex para Iniciantes

As coisas mais importantes para começar a negociar
Insira seu e-mail e nós vamos lhe mandar um guia Forex gratuito

Obrigado!

Nós enviamos um link especial para o seu e-mail.
Clique nesse link para confirmar seu endereço e receber um guia Forex para iniciantes gratuito.

Você está usando uma versão antiga de seu navegador.

Atualize para a versão mais recente ou experimente outro navegador para uma experiência comercial mais segura, confortável e produtiva.

Safari Chrome Firefox Opera